opinião

Opinião: De Setúbal, com amor

Leia a crónica exclusiva da artesã Aguinalda Conduto para a New in Setúbal.
Frente ribeirinha.

Elegi as rosas para perfumar este amanhecer da minha cidade e, pelo bem-querer que lhe tenho, penso não existir nenhuma tão singular de afetos como a minha. Setúbal é menina e moça de mar. Loureira, pelos raios quentes que nos abraseiam os pés nas areias das praias serradas e iluminam o prateado das escamas do sardinhado. Lá ao longe ouvem-se as ondas, as gaivotas nos seus piares e os motores das traineiras. Nas memórias, os pregões, a faina à berma dos barcos e a paciência dos gatos lambareiros.   

Setúbal é, desde 1974, a minha ‘casa de coração’. “Notável Villa”, fortaleza que me viu crescer, nos seus mirantes de vistas para o mar, pelourinhos e aquedutos de arquiteturas antigas. As histórias que recordo, para contá-las, são inúmeras.

Quase todas ligadas aos espetáculos de ilusionismo com o meu pai (D. Aguinaldo II), em casinos e freirias. Ao colo, sempre a carreguei comigo, no amor das lendas e dos portais que inspiram as artes, querenças e as cartas de amor.

Sou artesã e liguei-me aos talentos desde o tempo dos avós e das histórias de encantar. Sou moira e, como elas, enfeitiço-me de amores às portas dos sóis, aos ritmos de refrões e provérbios decorados, ao calor do assado do peixe, do pão na brasa, das saladas cruas, das laranjas, dos melões e das melâncias grandes e sumarentas.

As minhas Rositas, bonecas de cabaça, nasceram aqui à beira-mar e, desde 2016, que se cruzam com as gentes da cidade, do País e do mundo. Descobri-me e medrei neste rio azul. Hoje, conto-vos, em parcas palavras, o quanto é bonito trabalhar o amor, no dar e no receber.

Cada rosa pescada é única. Um berço elegantemente elaborado, bordado a cantigas, versos e lutas. A cada cabaça, um encantamento. A cada sardinha, uma cantiga e, a cada um de nós, uma história de amor. É assim com cada boneca que brota das minhas mãos.

Recordo, pois, a minha cidade de Setúbal como terra de rosas nos quintais, sardinhas traineirescas e moças encantadoras, às portas do Sol. Grata à vida. Grata ao Sado.

Aguinalda Conduto é fundadora da marca Art&Rosas.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA