opinião

O bairro Afonso Costa é o melhor de Setúbal para mim. E para ti?

O antigo Bairro Carmona foi o sítio onde fui mais feliz.
Os bairros de Setúbal são lindos.

Fazia-o com a inocência de uma criança e a coragem de um artista do circo. Punha as pernas entre as grades da varanda da minha avó e ficava a ver toda a gente passar sem saber para onde iam. Às vezes, do alto da minha ousadia subia ao tanque e ali ficava até que alguém viesse ralhar.

As tardes na Praceta Manuel Rodrigues Coelho, no Bairro Afonso Costa, antigo Bairro Carmona, eram sempre especiais. Comia o pão com manteiga do lanche enquanto esperava para ir brincar e a seguir fechava os olhos a pedir por tudo para a minha mãe ser a última a vir-me buscar.

Ali, naquela rua que até tinha dois sentidos ninguém perdia a orientação. Era como se estivéssemos num mundo encantado onde os brinquedos não eram mais do que um elástico e um pião. À noite era mais giro jogarmos às escondidas ou irmos para o café da esquina usar uma mesa da esplanada sem consumir.

Em plenos anos 90 não se ouvia falar de mauzões nem ninguém nos levava dali. Não havia telemóveis com pouca ou muita bateria e o máximo que tínhamos era um rádio a pilhas para dançarmos as coreografias. Tínhamos o sonho de ir à televisão.

Aos 14 anos quis o destino que também eu fosse para lá morar, mas aquela ficou sempre a ser a rua da minha avó. O sítio de onde eu nunca queria ir embora para qualquer que fosse o lugar.

Onde em tempos fizemos fogueiras do São João, demos os primeiros beijinhos com vergonha e fizemos amizades ao som do filme de “Os Aristogatos”.

Para mim, o Bairro Afonso Costa será sempre o melhor bairro de Setúbal porque me deu a infância mais feliz de todas, onde toda a gente era igual e havia sempre pão com manteiga para dividir.

Agora já não tenho a coragem de um artista circense para me empoleirar nas grades ou no tanque da minha avó, mas ainda era capaz de descer do primeiro andar pelo corrimão. Ai, não sei não.

tags: melhor bairro de setúbal, setúbal