na cidade

Setúbal abriu guerra aos grafittis

Campanha "Vamos Apagar os Gatafunhos", da Câmara Municipal, apela aos moradores para eliminarem as pequenas pinturas dos edifícios.

A campanha “Vamos Apagar os Gatafunhos” é um projeto que pretende “melhorar o espaço urbano de Setúbal” e foi lançada em fevereiro deste ano pela Câmara Municipal de Setúbal.

A iniciativa quer “dar ferramentas à população para combater o vandalismo”. Sandra Machado, uma das responsáveis pelo projeto, explica à New in Setúbal: “Não é tanto para apagar os grandes graffitis da cidade, mas sim para eliminar aqueles pequenos rabiscos de menores dimensões, que sujam o património edificado”.

Para isso, a autarquia disponibiliza gratuitamente o kit anti-gatafunho, composto por um balde de cinco litros de tinta da cor do prédio que pretende pintar, uma base de primário para apagar a tinta antiga, uma trincha, um tabuleiro e um rolo.

O kit pode ser levantado por todas os moradores que pretendam ser voluntários contra o vandalismo praticado nas suas ruas.

“Nós pretendemos que os moradores da cidade e do centro histórico, que estão privados de apagar as coisas pelos seus próprios meios, possam fazê-lo, já que somos nós que fornecemos as tintas”.

Se quiser ter um destes conjuntos de equipamentos deve contactar o Gabinete de Participação Cidadã da autarquia, através do número 265 541 500 ou do email gapc@nullmun-setubal.pt.

Cinco meses depois do lançamento da campanha, os responsáveis estão muito satisfeitos com o resultado.

“O balanço é positivo, consideramos que é um projeto de continuidade e que já está a ter os seus efeitos visualmente. Temos tido muitas inscrições e vamos fazer um reforço na aquisição de novos materiais para dar resposta aos pedidos”, acrescenta Sandra Machado.

Até agora já se inscreveram 60 pessoas, foram entregues 45 kits e cerca de 215 litros de tinta.

tags: campanha, graffitis, Vamos Apagar os Gatafunhos

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal