na cidade

Vai ser construído um tapete de flores, sal e areia na Baixa de Setúbal

A iniciativa mundial está aberta à população e vai decorrer este sábado em 30 países. A NiS conta-lhe os pormenores.
A iniciativa começa às 7h30.

Este sábado, 24 de julho, se passar pelo centro histórico da Baixa de Setúbal, vai encontrar um tapete efémero, composto por flores, sal, areia e serradura. A iniciativa faz parte do grande evento mundial dedicado aos Caminhos de Santiago.

O tapete de dois metros de comprimento e dois de largura, designado “Tapete do Mundo”, vai ser construído no Largo de Santa Maria, na Baixa. A ação está aberta à participação de voluntários interessados, cumprindo regras sanitárias de distanciamento físico, uso de máscara e higienização das mãos.

Ao mesmo tempo, voluntários em 200 cidades de 30 países de todo o mundo vão produzir tapetes com um desenho igual, especialmente dedicado aos Caminhos de Santiago.

A ideia surgiu por iniciativa da Comissão Gestora de Entidades Alfombristas do Caminho de Santiago, no âmbito das comemorações do ano Jacobeu 2021, com o tema “Simbolicamente Unidos pelo Mesmo Caminho”.

Em Setúbal, a atividade é coordenada por Isabel Castan, artista apaixonada pela arte efémera. As pessoas interessadas são desafiadas a participar na elaboração de uma tapeçaria com recurso a cravos, sal grosso, areia fina, sebes e aparas de serradura.

O encontro está marcado para as 7h30, prolongando-se até ao final da tarde de sábado, 24 de julho. O município de Setúbal fornece os materiais necessários, incluindo lanches e cadeiras de apoio. A obra de arte fica em exposição até ao dia seguinte à intervenção, domingo, Dia de Santiago.

Além do tapete, para assinalar o Dia de Santiago, os municípios de Setúbal e Palmela organizaram um programa especial, que inclui uma caminhada, um peddy paper e um concerto de música erudita. 

O tapete vai ser assim.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA