na cidade

Vai nascer um mega condomínio de luxo em Setúbal. Um T1 custa 237 mil euros

O novo projeto ficará instalado numa zona privilegiada da cidade. As tipologias vão do T1 ao T4, num total de oito andares.
Já pode reservar um apartamento. (DR: Castelhana)

A atratividade da cidade não é novidade e a construção de novos empreendimentos é prova disso. Apesar do aumento dos preços, a procura não diminuiu e o setor imobiliário continua a apostar na requalificação de antigas zonas em Setúbal, dando-lhes uma imagem renovada, com novos e luxuosos apartamentos. É o que vai acontecer com o novo condomínio privado.

Na zona dos Quatro Caminhos, próximo da autoestrada, onde era a antiga Junta Autónoma das Estradas, vai nascer o Vivva Setúbal, o mais recente projeto de luxo anunciado para a cidade. Trata-se de um empreendimento residencial, estrategicamente situado a poucos minutos do Estuário do Sado, com tipologias T1 a T4 e áreas de construção de 62 a 165 metros quadrados.

Segundo a empresa responsável, a imobiliária Castelhana, “o Vivva Setúbal conta com um design sofisticado, com linhas limpas e uma palete de cores neutra. Apartamentos que se destacam por amplas janelas panorâmicas, terraços, varandas ou jardins que abraçam e otimizam a entrada de luz natural”.

Além disso, todos os apartamentos vão ter estacionamento, acesso aos jardins, ginásio e piscina — elementos privados que fazem parte do condomínio. A localização é privilegiada, não só pela proximidade com a autoestrada e interface de transportes, mas também por se situar numa zona com muita oferta de serviços e comércio. Ou seja, a pé ou de carro, está num local com muita acessibilidade. 

O novo condomínio, que ainda não começou a ser construído, vai ter oito andares e mais de 70 apartamentos. Quanto a preços, um T1 vai custar desde 237 mil euros, com uma área total de 74,66 metros quadrados, enquanto um T4, com 353 metros quadrados, começa nos 620 mil euros. As várias tipologias dividem-se por todo o empreendimento, à exceção dos T4, que só vão existir no rés-do-chão e no oitavo andar (neste caso, com 252,99 metros quadrados, por 660 mil euros).

Neste momento, no site da consultora, já pode reservar o apartamento, caso seja do seu interesse. Todos os detalhes, dos vários apartamentos, incluindo as plantas, estão disponíveis online. Fundada em 1999, a Castelhana “construiu ao longo dos anos, um dos maiores e mais sólidos portfólios imobiliários em Portugal, com mais de 600 projetos de reabilitação e nova construção”. Tem escritórios em Lisboa, no Porto e em Vilamoura.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA