na cidade

Sócio do Ano: “O Vitória de Setúbal é a minha grande paixão”

A New in Setúbal falou com Fernando Ferreira distinguido na gala do 109.º aniversário do clube.
Fernando Ferreira é sócio há 20 anos. Foto: CMS.

Chama-se Fernando Ferreira e é um dos adeptos mais especiais do Vitória Futebol Clube (VFC). Nasceu no coração do Bairro Santos Nicolau e é “setubalense de gema”. No passado dia 20 de novembro, quarta-feira, Fernando Ferreira, 51 anos foi eleito Sócio do Ano 2019, na gala de comemoração do 109.º aniversário do VFC.

A New in Setúbal falou com o nomeado sobre a sua paixão pelo Vitória, peregrinação a Fátima a pé e das suas participações como ator de revista, na coletividade do Bairro Santos Nicolau. O sócio número 3456 vibra com os jogos do clube desde os sete anos. “Para mim, o Vitória é tudo, é a minha grande paixão. Quase que arrisco a dizer que o meu coração é verde por causa do Vitória e da Seleção Nacional”, começa por contar, Fernando Ferreira.

Em maio deste ano, a fé levou-a a pé até Fátima para pedir que o Vitória não descesse para a segunda divisão. “Fui no dia 6 de maio e cheguei ao Santuário no dia 12. Fisicamente foi muito duro, mas a sensação de chegar lá com a camisola do Vitória vestida foi única e até apareci em vários canais de televisão”, confessa o Sócio do Ano 2019.

O setubalense trabalhou como dirigente desportivo, massagista e roupeiro em alguns clubes. Como grande parte dos setubalenses também foi pescador durante vários anos e apanhava tudo o que Rio Sado e o mar lhe davam: chocos, linguados, salmonetes, sardinhas, carapaus, dependendo da época do ano.

Há 16 anos, uma operação à retina roubou-lhe a visão dos dois olhos, o que fez com que abandonasse a pesca definitivamente. Atualmente vai sempre assistir aos jogos do Vitória com o cunhado José Augusto e leva o rádio para poder acompanhar os lances ao minuto. “Fico sempre muito nervoso, do princípio ao fim e refilo com o árbitro e tudo”, afirma. Antes dos jogos, tem um ritual muito especial: beber uma cerveja no café Becas, a chamada “catedral dos sadinos” para acalmar os nervos.

Fernando conta com o apoio do irmão Agostinho Ferreira.

A família é o seu “porto de abrigo”, sobretudo o irmão e as duas irmãs. Agora, o dia a dia do “Violinha”, alcunha que recebeu por andar com uma viola de vez em quando é passado na sede do Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau, onde participa como ator em algumas revistas à antiga portuguesa.

A peça mais recente, “Que Paródia de Revista” estreou no sábado passado, 23 de novembro e já tem mais sessões agendadas a 8, 14 e 21 de dezembro, às 21h30 (sábados) e 15 horas (domingos). Os bilhetes custam 5€ e podem ser levantados na sede do Núcleo dos Amigos do Bairro Santos Nicolau. “São vários quadros muito cómicos, sendo que a parte onde eu entro é dedicada ao Vitória. Venham assistir que é um bocadinho muito bem passado”, remata.

tags: Bairro Santos Nicolau, Fernando Ferreira, setúbal, Sócio do Ano, vitória futebol clube