na cidade

Setubalense Aline Martinho venceu o Prémio Comunicação do concurso Miss CPLP

A competição junta representantes dos nove estados-membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
A representante portuguesa nasceu em Setúbal e tem 28 anos.

O Concurso de Beleza Lusófona — Miss CPLP tem como objetivo promover uma cultura de paz e defesa de causas sociais. A final da sexta edição do concurso aconteceu no dia 26 de março, sábado, no Capitólio de Lisboa. A setubalense Aline Martinho de 28 anos, foi a única a representar o País e a cidade que a viu crescer.

Depois de dois anos de ausência devido às restrições da pandemia, a competição sofreu alguns ajustes. O desfile de biquínis, por exemplo, foi substituído por trajes desportivos e o caráter inovador de projetos de empreendedorismo sobrepôs-se aos padrões de estética e beleza.

Em conversa com a NiS, a setubalense já tinha revelado que o traje tradicional que ia levar a concurso seria uma representação das marchas de Setúbal, cedido pela União Desportiva Recreativa das Pontes. 

O título de Miss CPLP 2022 foi conquistado pela brasileira Jaiane Santos “Jay”, de 20 anos, mas Aline Martinho não veio para casa de mãos a abanar já que conquistou o Prémio Comunicação. “Gosto muito de falar e de estar com outras pessoas, acho que essa parte acaba por fascinar quem me rodeia”, conta à NiS a setubalense, após ter ganho o prémio. 

A Miss Comunicação 2022.

Apesar de ter ganho este título, a atribuição do mesmo não foi feita no próprio dia devido a um lapso da organização do concurso. Só depois de estar fora dos palcos é que veio a descobrir que, efetivamente, tinha conquistado o prémio. “Estava muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, muito nervosismo, e acabaram por se esquecer. É um lapso como acontece em muitas outras coisas, mas entretanto a organização veio pedir desculpas e disse que foi um erro que vão corrigir”, revela a jovem. 

Apesar dos altos e baixos, a setubalense garante que “foi uma experiência muito boa e o desafio começa agora”. Relativamente aos momentos que se destacaram, Aline Martinho admite que um dos maiores desafios foi tentar acompanhar as restantes candidatas, isto porque, por motivos de trabalho, só conseguiu ir para o estágio uns dias mais tarde. Ainda assim, conseguiu encaixar-se facilmente no grupo. 

Foi uma semana intensa, onde andavam de um lado para o outro a treinar, ensaiar, tirar fotografias e gravar ao vento. “Uma das peripécias foi termos feito uma noite de spa para relaxar, não treinámos e fizemos um dia de relax”, conta.

Sobre o prémio que lhe foi atribuído, Aline Martinho não esconde a felicidade e o orgulho desta conquista. “Significa que sou a imagem e o exemplo de Portugal. Ser Miss Comunicação é garantir que vou passar a palavra, que vou ajudar o próximo e comunicar com eles. A comunicação é a coisa mais importante que existe, é através dela que conseguimos dizer o que sentimento”, evidencia. 

A jovem não deixou ainda de agradecer “à família e aos amigos por todo o apoio, à OF Produções, porque foi graças a ela que conseguiu representar da melhor forma o seu talento e fantasia, a todas as pessoas que a ajudaram, às Pontes e a Setúbal”. 

De seguida, carregue na galeria para conhecer algumas das peças da Alymor, o negócio criado por Aline Martinho.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA