na cidade

Setúbal celebra Dia do Bocage com música, poesia e teatro

Concertos, exposições, encontros, dança e atividades desportivas fazem parte do programa que se estende até 30 de setembro.
Está quase a chegar.

O Dia do Bocage e da Cidade é assinalado a 15 de setembro, terça-feira. Para celebrar os 257 anos do nascimento do poeta sadino, a Câmara Municipal de Setúbal preparou um programa com várias atividades de 14 a 30 de setembro.

O ponto alto será no feriado municipal, claro. A cerimónia do hastear da bandeira começa às 9 horas, no edifício dos Paços do Concelho e a deposição de flores na estátua de Bocage, com um apontamento cénico pelo TOMA, dão início às comemorações. Às 10 horas, no Fórum Municipal Luísa Todi, há uma sessão solene em que são atribuídas medalhas honoríficas a personalidades, entidades e homenageados os trabalhadores municipais aposentados.

As comemorações incluem ainda a terceira edição do peddy paper “Experienciar Setúbal”, às 9 horas, que leva à descoberta da cidade através de um conjunto de perguntas e tarefas. As inscrições, gratuitas, devem ser feitas através do email turismo.setubal@nullmun-setubal.pt .

À tarde, o programa reserva uma visita aos Paços do Concelho aberta à população, acompanhada de música pela Sociedade Musical Capricho Setubalense. Mas não é o único espaço com visitas gratuitas. Também a Casa Bocage está aberta, entre as 15 e as 19 horas, numa iniciativa que inclui a inauguração da exposição “Bocage — representações nossas contemporâneas”. A mostra, patente até dia 24, partilha trabalhos de artistas contemporâneos presentes nas coleções dos museus municipais de Setúbal, elaborados entre 1974 e 2022, alusivos ao poeta sadino.

O lançamento da obra “Bocage ou o Elogio da Inquietude”, de Daniel Pires, pelo Centro de Estudos Bocageanos, acontece às 16 horas. O anúncio da obra vencedora do XXII Concurso Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage, organizado pela LASA, será às 18 horas. Tudo isto irá realizar-se no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Para as 18 horas está também agendado o início de um passeio pelo Estuário do Sado, com jantar e declamação de poemas de Bocage. As reservas, pagas, para a iniciativa “Entardecer no Rio Sado com Bocage”, organizada em parceria com a Sado Arrábida, devem ser feitas através do email turismo.setubal@nullmun-setubal.pt. 

O concerto de encerramento do projeto municipal Fado em Setúbal será na Praça de Bocage, às 21h30, e irá fechar as comemorações do feriado municipal de 15 de setembro. O concerto conta com as atuações de alguns dos fadistas envolvidos na edição 2022, como é o caso de Alfredo Santos, Carla Lança, Carlos Zacarias, Carolina Mendes, Fernando Anselmo, Inês Pereira, Joana Lança, Piedade Fernandes, Ramiro Costa, Sara Margarida e Susana Martins. Os artistas são acompanhados por Custódio Magalhães (guitarra portuguesa) e Vítor Pereira (viola de fado).

Entre as 21 e as 23 horas, de dia 14 de setembro, há noite Bocageana, na Praça de Bocage e nos largos da Misericórdia e da Ribeira Velha, com música, dança, tertúlias e animação de rua. 

Já nos dias 16 e 17 de setembro, entre as 15 e as 18 horas, há um workshop de azulejaria contemporânea, conduzido por Pedro Pires Rodrigues, no Espaço d’A Gráfica. A inscrição é gratuita e pode fazê-la através do email museu.trabalho@nullmun-setubal.pt. “Uma relação improvável” é o título da tertúlia que acontecerá também nos dias 16 e 17 de setembro, na Casa Bocage, a partir das 21 horas, com declamação de poesia acompanhada da degustação de vinhos da Quina de Catralvos.

Ainda no dia 16 de setembro, o programa reserva um concerto, de entrada paga, com os ritmos da bossa nova da banda Sound People, na Casa da Baía. Há ainda, um baile barroco, na Praça de Bocage, que recria, através da música, dança, teatro e poesia, a vida quotidiana no tempo de Bocage. Ambos os eventos têm início às 21h30.

O “Setúbal Cross Games 2022”, terá atividades repartidas entre o Parque Urbano de Albarquel, das 9 às 13 horas, e no Largo José Afonso, das 14h30 às 20 horas, dão início ao programa no dia 17. A ementa musical reserva duas iniciativas. O recital “Os Contemporâneos de Bocage”, pelos solistas da Orquestra de Câmara de Sintra com a participação especial do TOMA, às 11h30, na Igreja de Jesus, no âmbito do ciclo Convento ConVida, e a VII edição da Serenata Fado de Coimbra em Setúbal, que evoca Adriano Correia de Oliveira, a partir das 21h30, na Praça de Bocage.

A conferência “Imagens do Centenário de Bocage em 1905”, por Álvaro Arranja, às 15h30, decorre na Sala José Afonso da Casa da Cultura e uma visita guiada à Casa Bocage com intérprete em língua gestual portuguesa, às 16 horas, no âmbito da candidatura Setúbal — Cultura Sem Barreiras, completam o programa de dia 17.

O destaque no dia 18 é o “18.º Festival de Bandas de Setúbal”. O concerto está marcado para as 16 horas, na Praça de Bocage, com as atuações da Banda da Escola de Música Juventude de Mafra, Banda Filarmónica de Monte Redondo e Banda de Música da Sociedade Musical Capricho Setubalense. Na parte da manhã, a segunda edição do peddy paper “El Mano Sadino” leva os participantes, que se podem inscrever pelo email turismo.setubal@nullmun-setubal.pt, à descoberta da Herdade da Mourisca. 

O concerto Primeiros Sopros de Outono, com Filipe Freitas, oboé, Jorge Camacho, clarinete, e Lurdes Carneiro, fagote, dá início ao programa de dia 24, às 11h30, na Igreja de Jesus. Às 15 horas, sucede a palestra “Bocage e a luta por um mundo melhor”, com Jorge Guerreiro, na Casa Bocage, e, às 17 horas, a abertura da exposição “Lauro António. Os primeiros anos”, na Casa das Imagens Lauro António.

O programa das Comemorações Bocageanas 2022 contempla ainda, às 21h30, no Fórum Municipal Luísa Todi, a estreia do espetáculo de dança “Corpo Clandestino”, de Vítor Hugo Pontes, integrado no projeto municipal Rota Clandestina. O espetáculo tem uma segunda sessão, no dia 25, às 17 horas. Às 16 horas, realiza-se a sessão de poesia “Arrábida — O nosso património comum”, na Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama.

As Comemorações Bocageanas 2022 encerram com o circuito poético “Bocage à solta”, num percurso entre a Praça de Bocage e a Escola Conde Ferreira, que inclui um momento musical com o projeto Rita, poesia com o TOMA e a exibição da curta-metragem “Bocage”. 

Durante o mês de setembro é, igualmente, possível visitar um conjunto de exposições, de entrada gratuita, em vários equipamentos municipais. Exemplo disso é “Bocage — Vida e Obra” que está patente até ao final do mês na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal. “Cordofones — Instrumentos musicais tradicionais portugueses” pode ser vista no Museu do Trabalho Michel Giacometti também até ao dia 25 de setembro.

“Arronches Junqueiro. O Poeta Arqueólogo”, é outro dos exemplos que está patente no Museu de Setúbal/Convento de Jesus até dia 18. “Setúbal na obra de Rogério Chora”, até dia 17, na Galeria Municipal do 11, e “Blue Grid”, de Pedro Besugo, até dia 18 na Casa da Cultura, são outras exposições que integram o programa das Comemorações Bocageanas 2022.

O programa completo das Comemorações Bocageanas 2022 pode ser consultado online.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA