na cidade

Quintinha ABC lança campanha para ajudar a pagar os tratamentos dos animais

Com a pandemia, as ações de recolha de fundos foram canceladas e a dívida da associação já ultrapassa os 4800€.
O espaço fica na Lagoinha, em Palmela.

A Quintinha ABC — Associação Protetora dos Animais fica na Lagoinha, em Palmela e acolhe centenas de cães, gatos e animais de quinta abandonados. Vive apenas das campanhas de angariação de fundos e dos donativos, que muitas das vezes não chegam para cobrir as despesas diárias.

A pandemia do novo coronavírus veio agravar a situação, porque todos os eventos de recolha agendadas foram cancelados, o que deixou a Quintinha com dificuldades em pagar os tratamentos médico-veterinários. Por isso, o projeto lançou uma campanha com o objetivo de pagar a dívida que já ultrapassa os 4800€.

Há várias formas de ajudar. Pode fazer uma transferência bancária através do IBAN PT50 0033 0000 45507715871 05, PayPal, MB Way para o número 914 880 664, pagar diretamente as despesas veterinárias no consultório Gato Escondido na Quinta do Anjo ou aderir à campanha de doação de fundos a decorrer na página de Facebook da Quintinha ABC.

Caso não possa fazer um donativo monetário, pode contribuir com bens, sobretudo medicamentos veterinários, ração seca para cães, areão para gato e produtos de limpeza. Atualmente, a associação sem fins lucrativos acolhe cerca de 130 cães, 45 gatos e vários animais de quinta como porquinhos da Índia, porcos, ovelhas, galinhas, patos e gansos.

Os animais estão disponíveis para uma adoção responsável.

O trabalho da Quintinha ABC passa pela alimentação, tratamentos veterinários, a socialização dos animais e encaminhamento para uma adoção responsável ou família de acolhimento temporário (FAT). Além dos donativos, são sempre precisos voluntários para ajudar nas várias tarefas. Também é possível tornar-se sócio, adotar ou apadrinhar um animal.

Para ser voluntário deve contactar a associação através das páginas de Facebook e Instagram. As visitas ao espaço decorrem aos sábados e domingos de manhã. Antes de começarem, os futuros voluntários recebem formação de um voluntário sénior e só depois é que definem o horário consoante a sua disponibilidade. Atualmente há cerca de 30 voluntários. Se quiser ser sócio, a quota anual é de 25€.

Os interessados numa adoção responsável ou em apadrinhar um animal devem enviar um email para adocao.quintinhaabc@nullgmail.com ou padrinhos.socios.quintinhaabc@nullgmail.com e agendar uma visita para conhecer o espaço e os animais. Todos os animais da associação saem esterilizados, vacinados e com chip.

O gatil tem cerca de 45 gatos.

“O nosso objetivo é que a Quintinha ABC seja apenas um local de passagem para os animais, um espaço que sirva para eles serem tratados e recuperados e a seguir possam ganhar uma nova família”, explica à New in Setúbal, Ana Elísia Monteiro, presidente da associação.

O projeto da Quintinha ABC existe há dez anos, mas na altura chamava-se Amigos da Bicharada e Companhia (ABC). Em 2015, foi formalizada como associação protetora dos animais, com a particularidade de de acolher animais domésticos e algumas espécies de quinta. 

“Começámos a recolher animais que eram abandonados na rua e que precisavam de tratamentos urgentes. Só que como o número de pedidos de ajuda não parou de aumentar, ficámos com dificuldades em escoar tudo, daí a ideia de criar este projeto de defesa da causa animal”, conta Ana Elísia Monteiro, formada em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. 

tags: adoção responsável, associação protetora dos animais, donativos, palmela, pandemia, Quintinha ABC

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal