na cidade

Parque Urbano da Várzea ganha 600 árvores e 20 mil arbustos

Segundo a autarquia, a obra da bacia de retenção já está concluída e vão ser criados novos percursos pedonais.
As árvores foram plantadas na Quinta do Paraíso.

Foi no final de 2018 que a Câmara Municipal de Setúbal anunciou que a cidade ia ganhar um dos maiores parques urbanos do País, instalado na zona da Várzea. O projeto do Parque Urbano da Várzea tem como principal objetivo a prevenção das cheias em Setúbal, através das bacias de retenção e também a criação de uma nova área de lazer para a população. 

A obra de regularização da bacia de retenção da Ribeira do Livramento já está concluída. Além da bacia de retenção, segundo avançou a Câmara Municipal à New in Setúbal, “até agora já foram plantadas 600 árvores e 20 mil arbustos”.

A autarquia explicou ainda à NiS que “neste momento está em construção um primeiro conjunto de percursos num total de cerca mil metros que ligam a parte norte à zona sul do parque e esta à zona nascente e a ser prepararado um segundo circuito pedonal com mais 700 metros”.  

Todos estes percursos vão ter iluminação pública. De acordo com o projeto apresentado, o novo parque que representa um investimento de mais de oito milhões de euros com compartipação dos fundos comunitários vai ter uma quinta pedagógica, campos desportivos e de aventura, parques infantis, miradouros, quiosques, jardins, áreas de recreio e zona de laranjal.

tags: árvores, bacias de retenção, Câmara Municipal de Setúbal, obras, Parque Urbano da Várzea, setúbal

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal