na cidade

O novo hostel da costa alentejana fica a 5 minutos da praia

O primeiro MUTE abriu em Porto Covo, em 2021. Agora, volvidos três anos, o conceito rumou a Vila Nova de Mil Fontes.
Fica a cinco minutos da praia.

Recarregar energias, relaxar e escapar do stress sem passar dias inteiros no sofá. Esta poderia ser uma forma resumida de descrever o conceito “active resting”, literalmente, descansar de forma ativa. A ideia passa por tirar uns dias para recuperar, mantendo algum tipo de movimento.

O objetivo passa por “manter o equilíbrio entre corpo e mente, promovendo uma melhor qualidade de vida”— é essa a proposta do MUTE.

O primeiro hostel do conceito criado Francisco Castelo Branco, Thomas Teixeira da Mota, Tiago Teotónio Pereira e Lourenço Pestana abriu em Porto Covo, em 2021. Volvidos três anos, rumou ao sul, mais precisamente a Vila Nova de Mil Fontes — o segundo espaço dos quatro amigos foi inaugurado a 1 de junho. O objetivo inicial mantém-se. “A ideia é colocar em pausa o caos da cidade, mas sem estar necessariamente parado, a não fazer nada. Nós não gostamos disso”, afirma Thomas, de 34 anos, em entrevista à NiT. 

“Queremos que as pessoas tenham contacto com a natureza, com o desporto, que são coisas que nos juntam a todos”, explica o ator Tiago Teotónio Pereira. “Originalmente, a ideia passava muito pelo surf, mas hoje em dia pode ser uma caminhada no trail dos pescadores, uma corrida, um passeio de bicicleta ou paddle surfing”. 

Embora Porto Covo tenha o carinho dos fundadores, por ser o local onde sempre passaram férias e onde tudo começou, mal surgiu a oportunidade de abrir um segundo, abraçaram logo a ideia. O espaço tem muitas semelhanças com o MUTE original, a começar pela vista deslumbrante — neste caso, para o rio e para a praia. 

“Mas nós não queremos escalar ‘à maluca’. Em Porto Covo, temos o fator localização — estamos mesmo em cima do mar, a uma rua da praia — e isso é um dos nossos pontos fortes essenciais. Só inaugurámos o de Vila Nova de Mil Fontes, porque a localização segue a linha do primeiro”, explica o ator de 34 anos. 

“Não queremos que nenhum dos empreendimentos se destaque, queremos que se complementem”, afirma Tiago. “Podem ficar uns dias no nosso hostel em Porto Covo e, depois, descer até Vila Nova de Mil Fontes e sentir que estão na mesma em casa.”

MUTE
A ideia é descansar sem estar parado.

Ainda assim, há um aspeto que os distingue. O espaço em Vila Nova de Milfontes estabeleceu uma parceria com um restaurante local — Porto das Barcas. “Sempre gostámos de ir lá e, felizmente, vai de encontro com as ambições da proprietária, que também queria expandir o negócio”, explica. O hostel passa assim a integrar um espaço que conta com assinatura da própria, com comida típica da região, ao contrário do que acontece no primeiro.

“Na decoração, apostámos numa ideia minimalista e simples. Como este edifício pertencia a outro grupo, ainda havia muitos aspetos com os quais não nos identificávamos. Por exemplo, havia imensos graffitis espalhados pelas paredes, e nós quisemos tirar quase tudo, deixámos apenas um ou outro.

Em novembro, quando fizermos a limpeza geral, vai ficar tudo como queremos”. Tiago e Thomas não escondem que o espaço ainda não se encontra a 100 por cento. “Neste momento, está a 80”, mas esperam que pelo inverno esteja tudo como planeado.

Mas a costa alentejana é extensa e o que não faltam são recantos a explorar. Porquê Vila Nova de Mil Fontes e não outra praia qualquer? “Descendo o trilho dos pescadores, a paragem que vem depois de Porto Covo é esta. Nós a brincar até já dissemos que termos de ter um MUTE em cada paragem do percurso ou nos pontos mais emblemáticos de toda a costa”, conta Tiago. 

“Nós temos uma ligação especial com Porto Covo, vai ser sempre especial para nós, mas não há como reconhecer a beleza de Mil Fontes, além de ser um local mais dinâmico, com mais serviços e mais atividades”, explicam. 

Os quartos variam entre camaratas ou quartos individuais de diferentes tipologias, mas todos com terraços. Além de um jardim com cadeiras, redes e mesas para se perder na vista deslumbrante para o mar, pode ainda contar com um jacuzzi, um salão partilhado e bar. 

Os preços da estadia variam entre os 48€ por noite (na camarata) e os 178€ num quarto privado. O pequeno-almoço está sempre incluído e as reservas estão disponíveis online.

O MUTE em Vila Nova de Milfontes fica a cinco minutos a pé da praia da Franquia. Os areais do Farol, das Furnas ou do Forte de São Clemente também ficam nas redondezas.

Carregue na galeria para conhecer o novo hostel da costa alentejana.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA