na cidade

O novo alojamento local de Setúbal é uma viagem ao tempo dos romanos

Durante as obras do JM Village Apartments foi encontrado um capitel do século I depois de Cristo. A NiS conta-lhe a história.
A decoração é moderna.

Estávamos em 2017 quando Ana Carvalho, 36 anos, teve a ideia de abrir um alojamento local. Desde a primeira hora que os pais da setubalense, formada em Engenharia Civil, a apoiaram na decisão. Segundo Ana, a escolha da cidade para instalar o alojamento foi óbvia. “Eu adoro viajar desde miúda e ser bem recebida. No entanto, gosto sempre de regressar à minha terra e acho que não há melhor sítio no mundo”, começa por contar à New in Setúbal.

Ana teve também a ajuda dos pais João e Maria para encontrar a morada perfeita na cidade. Foi no número 8 da Rua Vasco Soveral, perto da Avenida Luísa Todi e do Museu do Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal (MAEDS), que encontrou o edifício certo para abrir o JM Village Apartments.

As obras começaram nesse mesmo ano e foram acompanhadas por uma equipa de arqueólogos do MAEDS. Por estar integrado no centro histórico da Baixa de Setúbal, durante as escavações, os técnicos fizeram uma descoberta única: várias peças romanas do século I depois de Cristo. 

Entre os achados arqueológicos, as atenções concentraram-se mais num capitel, encontrado na zona onde estava a ser construída a casa de banho do apartamento do rés-do-chão. Segundo os arqueólogos que lideraram a investigação, a peça é “um capitel de coluna de estilo corintizante decorado com motivos vegetalistas”. Também já foram encontrados capitéis em Santarém, Alenquer, Lisboa, Álcacer do Sal e Sevilha. 

Por causa desta descoberta, os nomes dos quartos são inspirados em peças da arquitetura romana. Já a escolha da sigla JM é uma homenagem aos pais de Ana, que se chamam João e Maria. “Quando escolhi este prédio, nunca imaginei o que se iria descobrir. Por isso, achei que fazia todo o sentido dar estes nomes aos quartos. A ideia do JM foi mesmo fazer uma homenagem aos meus pais, porque sem eles nada disto seria possível”, explica Ana à NiS. 

O alojamento, aberto desde junho, tem três apartamentos: o capitel, no rés-do-chão; o mosaico no primeiro andar e a sigillata no segundo piso. Todos têm capacidade para duas pessoas, o que significa que são uma ótima opção para uma escapadinha romântica. 

O capitel tem uma casa de banho, cozinha equipada, sala de estar e cama de casal. Foi precisamente na zona do chuveiro desta casa de banho que foi encontrado o capitel de coluna. No primeiro andar fica o mosaico que tem uma kitchenette. O útimo piso conta com uma mezzanine maior e uma claraboia no quarto. 

A estadia mínima é de três noites. Os preços vão dos 60€ (época baixa) aos 95€ (época alta). Pode fazer a sua reserva através da plataforma Booking. Todos os hóspedes recebem um doce e uma bebida típica da região.

“A minha ideia é dar a conhecer o património e tudo o que a cidade tem de melhor aos turistas portugueses e estrangeiros”, afirma a responsável.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Ana Carvalho
Idade: 36
Característica favorita do alojamento: A história do local
Guilty pleasure: Viajar
Convença-nos a visitar o espaço: “ Venha dormir por cima dos seus antepassados”.

A seguir carregue na galeria para conhecer melhor o novo alojamento local da cidade.

 

 

 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Vasco Soveral, 8
    2900-658 Setúbal
ESTILO
alojamento local
PREÇO MÉDIO
Entre 50€ e 100€
AMBIENTE
familiar

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA