na cidade

O luxuoso resort inspirado no estilo árabe que está a ser construído na Comporta

O Sama foi concebido para ser um complexo residencial, mas evoluiu para um empreendimento turístico, que deverá abrir no verão de 2025.
É de estilo árabe.

Entrecortada por extensos campos de arroz e pinhais praticamente virgens, a Comporta continua a ser um dos principais destinos de férias dos portugueses e, cada vez mais, dos estrangeiros. Christian Louboutin, por exemplo, foi uma dos turistas que não resistiram ao seu encanto, comprou uma mansão na região e até abriu um hotel. Em breve, será inaugurado um novo resort de luxo para fazer companhia ao projeto do designer francês.

A Tam Investments, promotora com vários empreendimentos em Lisboa, já tinha anunciado que pretendia construir um condomínio de luxo a 10 minutos da praia do Carvalhal, numa propriedade com uma área total de 86.500 metros quadrados. Os planos, contudo, sofreram ligeiras alterações. Apesar de ser sido concebido inicialmente como complexo residencial, o projeto Sama evoluiu, entretanto, para empreendimento turístico, segundo o “Jornal de Negócios”. 

“Os futuros proprietários — que adquirem as moradias totalmente mobiladas e equipadas — têm ainda a possibilidade de operar a sua villa no mercado turístico com a equipa profissional de gestão hoteleira do Sama, usufruindo ainda de todos os serviços do empreendimento”, avança a Athena Advisers, a consultora imobiliária que está a comercializar este projeto.

As obras arrancaram no final de 2023 e, nos próximos meses de agosto e setembro, já será possível ver a estrutura pronta em todas as 16 moradias e no edifício de receção que vão compor este “exclusivo boutique resort na região da Comporta”. O empreendimento terá ainda uma área de refeições, bar e espaços exteriores para o convívio entre vizinhos e hóspedes.

A arquitetura do resort, assinada pelo atelier CHP Arquitetos, é inspirada no estilo árabe, destacando-se as fachadas em tons de terra e areia e interiores amplos de configurações simples. Outro detalhe são as grandes portas e janelas em vidro, que potenciam a entrada de luz natural e prolongam os espaços interiores para o exterior.

Implantadas em lotes individuais que podem chegar aos 11400 metros quadrados, as moradias contam com áreas até aos 438 metros quadrados e tipologias que vão do T2 ao T5. Todas com piscinas privativas, jardim e terraços de dimensões generosas com vistas panorâmicas para a paisagem envolvente

“Muitos clientes procuram propriedades prontas ou em construção e testemunhar este dinamismo dá uma segurança adicional aos investidores, sobretudo num produto com as características do Sama, onde o retorno será potenciado por uma equipa de gestão hoteleira para operar as propriedades”, afirma David Moura-George, diretor geral da Athena Advisers Portugal, citado pelo “Jornal de Negócios”.

A conclusão do empreendimento turístico está prevista para o verão de 2025. Os preços de venda começam nos 1,8 milhões de euros, se for um T2. Por outro lado, as casas de tipologia T5 são as mais caras e custam 5,5 milhões de euros.

A seguir, carregue na galeria e descubra as primeiras imagens das novas villas de luxo da Comporta.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA