na cidade

O Arrábida sem carros volta esta quinta-feira com várias novidades

Tuck tucks, trotinetas e um autocarro elétrico, a partir do Ecoparque do Outão, são as novas apostas do programa municipal.
O objetivo é evitar situações como a do último fim de semana. Foto: Município de Setúbal.

Antes de ter sido lançado o programa municipal Arrábida sem carros em 2018, todos os anos, quando abria a época balnear, as estradas de acesso às praias do concelho enchiam-se de carros estacionados em sítios que, muitas das vezes, impediam a passagem dos transportes públicos e veículos de emergência.

Para resolver os problemas de trânsito, a Câmara Municipal de Setúbal criou o Arrábida sem carros, que limita o acesso à circulação automóvel e aposta na rede de transportes públicos. Uma vez que as praias da Arrábida estão integradas no Parque Natural e o espaço para circulação e estacionamento é muito limitado, a autarquia considera que “o programa garante a segurança da população no acesso às praias”, estando previsto um plano de escoamento de trânsito em caso de incêndio.

Tal como a New in Setúbal já tinha avançado, o programa arranca esta quinta-feira, 10 de junho, e prolonga-se até 15 de setembro, quarta-feira. Uma das principais medidas com vista ao reforço da segurança rodoviária e acessibilidades é a manutenção da proibição diária de circulação de automóveis, nos dois sentidos de trânsito, entre as 8 as 20 horas, entre os parques de estacionamento das praias da Figueirinha e do Creiro.

Entre as 8 e as 19 horas, mantém-se interdito, também, o troço que conduz ao Portinho da Arrábida, a partir do cruzamento de acesso. A circulação rodoviária está ainda condicionada no acesso à Praia de Albarquel, entre as 8 as 20 horas.

O município avançou à NiS que, até ao final do mês, serão introduzidos tuck tucks, trotinetes e autocarro elétrico a partir do Ecoparque do Outão para as praias da Arrábida. Segundo a autarquia, uma equipa de fiscalização da GNR vai estar no terreno e atuar nos casos de transgressões, de forma que sejam garantidas as condições de segurança dos banhistas.

Os transportes públicos

O reforço dos transportes públicos e a criação de parques de estacionamento de retaguarda estão incluídos no programa, com uma forte aposta em carreiras de autocarros a partir da cidade de Setúbal e da vila de Azeitão.

A carreira 723 Setúbal (Terminal da Várzea) — Praia da Figueirinha, que permite ligação à rede urbana e suburbana de Setúbal, bem como às carreiras rápidas de Sete Rios e Gare do Oriente e ainda da Rede Expresso e Rodoviária do Alentejo, tem uma frequência regular de 15 em 15 minutos.

De 10 a 30 de junho, nos dias úteis, a frequência será a cada 30 minutos. Esta carreira, que abrange as avenidas de Moçambique, Dr. Rodrigues Manito e 22 de Dezembro, tem tarifa de bordo a 4,20€ (ida e volta). A primeira partida de Setúbal é às 8h30 e a última saída da praia é às 20 horas.

O serviço vaivém 722 Estacionamento da Secil — Creiro, com paragens intermédias na Figueirinha, em Galapos em Galapinhos, realiza-se a cada 15 minutos, sendo a primeira saída do parque às 8h30 e a última do Creiro às 19h30.

As tarifas de bordo (ida e volta) custam 2€ para a totalidade do percurso, mas o trajeto até à Figueirinha custa 1€. Além disso, a partir do dia 3 de julho, entram em funcionamento mais carreiras, como a 725 Setúbal (Alegro) — Praia da Figueirinha e a 727 Brejos de Azeitão — Creiro.

No caso da carreira 725, que liga o Alegro Setúbal e a Praia da Figueirinha a qual também serve algumas bolsas de estacionamento localizadas ao longo do percurso, tem uma frequência de 30 em 30 minutos. A primeira partida do centro comercial realiza-se às 9h20 e a última saída da praia às 19h50. A tarifa de bordo (ida e volta) custa 4,20€.

A carreira 726 – Setúbal (Casa da Baía) — Praia de Albarquel, em regime de vaivém, serve toda a Avenida Luísa Todi. Ao longo do percurso possui algumas bolsas de estacionamento, permitindo ainda a ligação à Rede Urbana de Setúbal. Com uma frequência de 20 em 20 minutos, a primeira partida de Setúbal é às 9 horas e a última saída da praia é às 20 horas. A tarifa de bordo (ida e volta) é de 1,40€.

Já a 727, entre Brejos de Azeitão e Creiro, é convertida em serviço de transporte flexível a pedido, ou seja, a realização só é possível por marcação prévia com uma antecedência de 24 horas, via email ou telefone, com a indicação de dia, horas e ponto de recolha pretendidos. Há duas partidas a partir de Brejoeira, às 8h30 e às 13 horas, e duas saídas do Creiro, às 14 horas e às 19h30. A tarifa de bordo (ida e volta) é de 4,75€.

A Câmara explica ainda que devido às obras de reformulação rodoviária na Praça do Brasil, concretamente a construção de uma rotunda, e da necessidade de contenção do número de pessoas no areal, não se realiza, este ano, a carreira 723-A Setúbal (Estação Ferroviária) – Praia da Figueirinha.

O Passe Navegante é, nesta edição do programa municipal, válido nas carreiras 723 Setúbal (Terminal da Várzea) — Praia da Figueirinha e 725 Setúbal (Alegro) — Praia da Figueirinha.

Os estacionamentos e a ocupação das praias

No que respeita a parques de estacionamento, são disponibilizadas as bolsas existentes na Secil, Figueirinha, Creiro, Portinho da Arrábida e Albarquel. O Parque de Estacionamento da Praia da Figueirinha, com lotação de 240 lugares, é tarifado de 1 de junho a 30 de setembro com um custo variável, dependendo do dia da semana e da época baixa — de 1 a 30 de junho e de 1 a 30 de setembro — ou alta — de 1 de julho a 31 de agosto.

Já no Parque do Creiro, gerido numa colaboração entre o município e a Associação da Baía de Setúbal, aplica-se a tarifa diária de 4€, valor igual ao do ano passado e estabelecido pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

O parque da Secil mantém o mesmo sistema de gestão dos anos anteriores, enquanto o parqueamento automóvel do Portinho da Arrábida tem regulação local e conforme o número de lugares disponíveis a cada momento.

A Câmara de Setúbal anunciou ainda que já concluiu a ligação pedonal entre o extremo poente do Parque Urbano de Albarquel e a Praia de Albarquel e que, este ano, será disponibilizado um sistema de trotinetes de acesso às praias.

Finalmente, em ano de pandemia, segundo os limites definidos pela Agência Portuguesa do Ambiente de ocupação máxima por zona balnear para se manter o distanciamento social, o Portinho da Arrábida/Creiro apresenta uma capacidade potencial para 800 pessoas e Galapos e Galapinhos contam com uma ocupação máxima de, respetivamente, 400 e 300 pessoas.

Para a Praia da Figueirinha está definida uma capacidade potencial de ocupação para 1500 pessoas. Já na Praia de Albarquel/Maria Esguelha é de 700. Todas as regras do Arrábida sem carros estão disponíveis no site do município. 

No fim de semana passado, 5 e 6 de junho, uma vez que esteve bom tempo e o acesso às praias da Arrábida não estava limitado, voltaram a viver-se situações complicadas na estrada.

A seguir carregue na galeria para ver o caos do trânsito no acesso às praias. 

 

 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA