na cidade

Número de desistências dispara nos parques de campismo do litoral alentejano

O número registado foi bastante superior aos anos anteriores.
Não são boas notícias.

O novo coronavírus tem afetado os mais diversos setores — o turismo foi, sem dúvida, um deles. O litoral alentejano, por exemplo, está a sofrer com os efeitos colaterais da pandemia de Covid-19.

Uma reportagem da “TVI” divulgada no sábado, 18 de julho, avança que os parques de campismo do litoral alentejano estão a registar um número de desistências muito superior aos anos anteriores. Dão como exemplo os parques de Campismo da Galé e de Porto Covo.

“Já temos algumas coisas, algumas pessoas que marcam e desistem. Depois, outras marcam. Pronto, estamos à espera”, diz Catarina Gomes, do parque de campismo da Galé.  

A maior quebra, no geral, é de turistas estrangeiros. No entanto, quem está a frequentar o parque garante que se sente em segurança.

tags: coronavírus, litoral alentejano, números, pandemia, parques de campismo

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal