na cidade

Navegante Família já entrou em vigor

O passe permite que as famílias paguem, no máximo, dois títulos mensais, a um preço mais acessível.
Para poupar mais todos os meses. Foto: CMS.

O passe único Navegante Família para agregados, a morar na Área Metropolitana de Lisboa (AML), incluindo Setúbal, já entrou em vigor. O passe permite que três ou mais membros de um agregado familiar, paguem no máximo, o valor de dois títulos mensais. O programa do Navegante, que uniformiza a utilização do sistema de transportes públicos na AML — Área Metropolitana de Lisboa, a preços reduzidos, arrancou em abril e tem registo um aumento na procura.

Os utentes do Navegante Metropolitano Família podem usar as linhas de transportes dentro dos 18 municípios agrupados pela AML, com um custo mensal máximo de 80€, ou seja, o valor de dois passes Navegante. O Navegante Municipal Família possibilita que todos os membros do agregado familiar possam utilizar qualquer serviço de transporte público regular de passageiros, dentro do limite geográfico da AML. Custa 60€. 

Podem beneficiar do Navegante Família elementos ascendentes e descendentes do agregado familiar, cônjuges, pessoas em união de facto, miúdos e jovens, em regime de adoção e de tutela. É obrigatório que todos os membros do agregado familiar sejam titulares do cartão Lisboa VIVA (cartão rígido, personalizado e com fotografia atualizada).

Para pedir o seu cartão, deve preencher o requerimento de acesso, disponível nos balcões dos operadores de serviço público de transporte regular de passageiros, no site da AML ou no portal VIVA. Depois só tem de entregar o impresso, juntamente com a documentação necessária. A ativação do Navegante Família pode demorar até 10 dias, após o pedido e está sujeita à verificação do cumprimento das condições de acesso. Se quiser saber mais informações, pode ligar para a linha de apoio, 210 118 218. O serviço funciona nos dias úteis, entre as 9 e as 19 horas. 

tags: AML, Câmara Municipal de Setúbal, Navegante Família, setúbal, títulos, transportes públicos