na cidade

National Geographic vai financiar a preservação do Estuário do Sado

A Ocean Alive vai receber uma bolsa para o desenvolvimento do projeto das “Guardiãs do Mar”, durante um ano.
A publicação vai apoiar as Guardiãs do Mar.

O Estuário do Sado vai passar a contar com um apoio de peso na preservação da Natureza da região. A National Geographic anunciou a atribuição de uma bolsa para financiar a atividade da Ocean Alive, a primeira cooperativa portuguesa ligada à proteção do oceano. Recorde-se que esta associação já recolheu 48 toneladas de lixo e 54 mil embalagens de sal deixadas nos areais pelos mariscadores.

A bióloga marinha Raquel Gaspar, é uma das fundadoras da Ocean Alive e responsável pelo projeto “Guardiãs do Mar”, que será o maior beneficiado pelo apoio da National Geographic, que vai financiar a missão da bióloga na defesa do Sado durante um ano. Esta bolsa vai permitir que a comunidade piscatória feminina recolha dados sobre os habitats, que sirvam depois de ponto de partida à criação de uma mapa de distribuição das pradarias marinhas do Estuário do Sado.

O projeto das “Guardiãs do Mar” tem duas componentes: a ambiental ligada à proteção das pradarias marinhas e a social de valorização do papel da mulher. Nesse âmbito, a Ocean Alive já criou duas profissões atribuídas às mulheres da comunidade piscatória: educadoras marinhas das visitas escolares e agentes de sensibilização contra o problema do lixo da mariscagem. Com o arranque do processo de mapeamento das pradarias impulsionado pela bolsa, vai ser criada uma terceira profissão, a de monitoras do ambiente marinho. 

Em declarações à New in Setúbal, a bióloga explicou que “em termos pessoais, a bolsa representa a concretização de um sonho antigo de ser ‘National Geographic explorer’ (exploradora da National Geographic)”. Em relação ao projeto, Raquel Gaspar considera a bolsa “muito pertinente para chamar a atenção internacionalmente para a ameaça crescente das pradarias marinhas, tendo também em conta as circunstâncias atuais da possibilidade de dragagens no Rio Sado”.

A bióloga vai ser oradora do National Geographic Summit Junior 2019.

Raquel Gaspar vai ser uma das oradoras convidadas do National Geographic Summit Junior 2019, que decorre no próximo dia 29 de abril, segunda-feira, na Casa da Música no Porto. Na sessão dedicada às escolas integrada na conferência internacional, a bióloga vai falar do tema “Secret Heros Under the Sea: Seagrass Meadows” e alertar para a importância do valor natural das pradarias marinhas. Recorde-se que o projeto das “Guardiãs do Mar” recebeu no início deste ano o Prémio AGIR da REN, no valor de cinco mil euros. 

tags: "Guardiãs do Mar", bolsa, financiamento, National Geographic, Ocean Alive, Raquel Gaspar