na cidade

Jorge Palma e Samuel Úria nas comemorações do 25 de Abril em Setúbal

Celebrações dos 45 anos da Revolução dos Cravos duram três dias.
Jorge Palma é o primeiro a subir ao palco.

O 25 de Abril em Setúbal é sempre um dia marcante para a cidade. E este ano não vai ser exceção, antes pelo contrário. Para assinalar os 45 anos da Revolução dos Cravos — a que se juntam os 90 anos do nascimento de Zeca Afonso —, a Câmara Municipal de Setúbal preparou um programa especial que vai tomar conta da cidade durante três dias, entre 24 de abril e 26 de abril. 

O arranque das celebrações está marcado para a noite de 24 de abril. A partir das 22 horas há um concerto único de Jorge Palma. Agendado para a Praça do Bocage, o concerto tem entrada livre. Logo a seguir, à meia noite, há fogo de artifício na Doca dos Pescadores.

No dia 25, às 9 horas acontecem as habituais cerimónias protocolares, como o hastear da bandeira nos Paços do Concelho, seguido de uma homenagem aos antifascistas com deposição de flores junto ao Monumento à Resistência, na Avenida Luísa Todi. E ainda um concerto da Banda Filarmónica da Sociedade Musical Capricho Setubalense marcado para as 11h30, na Praça do Bocage.

Uma hora depois, pode participar na 14.ª edição da Corrida da Liberdade, com oito quilómetros e na caminhada de 1300 metros, a partir do Parque da Lanchôa. A entrada é livre, mas tem de se inscrever na sede da Junta de Freguesia de São Sebastião.

Para testar os seus conhecimentos sobre a revolução há um Quiz Night, às 21 horas, na Ágora Creators, na Avenida Luísa Todi. A entrada também é gratuita. A música segue às 21h30, com o concerto “Grito de Liberdade”, com interpretações de êxitos de Zeca Afonso por vários artistas setubalenses, na Praça do Bocage.

A fechar os festejos, Samuel Úria e Lavoisier dão um espetáculo, no Fórum Municipal Luísa Todi, no dia 26 de abril, sexta-feira, às 21h30. O concerto está integrado no ciclo ComTradições e no programa do 25 de abril. Os bilhetes são 7,50€.

tags: 25 de abril, concertos, Corrida da Liberdade, Jorge Palma, programa, Samuel Úria