na cidade

Já pode passear pelo Sado num barco 100% ecológico (e ver os golfinhos)

A GreenDolphin funciona há uma semana. Organiza sunsets e eventos privados.
O barco tem painéis solares.

Quem passa por Setúbal não pode (mesmo) perder a vista para o Rio Sado e um passeio pelas praias da Serra da Arrábida. E já pode fazê-lo a bordo da GreenDolphin, a nova empresa de passeios de barco pelo Sado. A embarcação começou a funcionar há uma semana e é super ecológica.

Para começar, o barco usa energia solar para cozinhar e iluminação e move-se através energia do vento (velas). O motor praticamente nunca é ligado, para que o percurso seja realizado à bolina. As descargas da casa de banho são feitas com a água do mar e a decoração é baseada no reaproveitamento de materiais, como rolhas de cortiça usadas para o revestimento do interior.

O barco tem capacidade para 16 pessoas, mais a tripulação, e seis velas. É composto pelo cockpit, deck, cozinha equipada com micro-ondas e placa elétrica, sala, WC, escritório, dois quartos de casal e zona de poufs para relaxar, no exterior.

Há três serviços à escolha: o velejar & golfinhos, com observação de golfinhos selvagens sobre a proa e experiência de navegação com o vento, como se fosse marinheiro por um dia. O passeio dura aproximadamente três horas e meia. Custa 35€ (adulto) e 20€ para miúdos, dos quatro aos 12 anos, com oferta de um copo de moscatel, café, snacks e aperitivos.

A segunda opção é o sunset, um pôr-do-sol incrível sobre as montanhas da Arrábida, a partir das 18h30. O preço é o mesmo do velejar & golfinhos, mas neste caso, dura só duas horas e meia. Pode ainda fazer um evento privado (despedida de solteiro, aniversário ou empresas). Deve fazer todas as reservas online, através da página de Facebook da GreenDolphin ou site da empresa, sendo que as saídas dependem sempre das condições meteorológicas e marés. Se for em grupo, há pacotes com desconto.

Durante o percurso, pode velejar e observar os golfinhos.

A partida é na Doca dos Pescadores. Os percursos não são fechados, mas podem passar pela caldeira de Tróia, baía, Soltróia, zona militar, ilha, mourisca, praias da Arrábida mais desertas e só acessíveis por barco. E até pode apanhar lingueirão e cozinhá-lo para o almoço. Durante o caminho, a tripulação disponibiliza vários modelos de chapéus de marinheiro, capitão ou piratas para tirar uma selfie de recordação.

Ao leme do barco está Peter Boeren, 48 anos. Natural da Holanda é engenheiro informático de formação, mas passou algum tempo a velejar pelo mundo. Apaixonado pelo mar, comprou o barco da GreenDolphin, em Barcelona e esteve cerca de dois anos a recuperá-lo.

Um dos pormenores mais originais da decoração é o revestimento das quatro paredes do interior, com dez mil rolhas de cortiça coladas à mão, uma delas a representar o mapa do mundo, com os vários continentes. Peter levou mais de 250 horas só a fazer este revestimento.  

Carmo Ferreira, 48 anos, professora de educação visual é a companheira de Peter e outra das responsáveis pela empresa. “A ideia é relaxar com os amigos, ser marinheiro por um dia, ver golfinhos e ter uma experiência diferente nas águas da Arrábida”, conta à New in Setúbal, Carmo.

tags: arrábida, ecológico, empresa, GreenDolphin, novidade nis, passeios de barco, sunsets

localização, contactos e horários

morada
  • GreenDolphin [ver mapa]
    Doca dos Pescadores
    2900-633 Setúbal
site e redes sociais
horários
  • Todos os dias (por marcação)