na cidade

Há um espaço em Setúbal onde pode instalar a sua empresa

A Startup Station arrancou no dia 2 de setembro. Há serviços para freelancers e empresas.
O serviço é no Troino Central Station, no Bairro de Troino.

Se tem uma startup e procura um espaço para desenvolver as suas atividades em equipa e com as ferramentas tecnológicas perfeitas para fazer crescer o negócio, temos uma sugestão. O Troino Central Station, no coração do Bairro de Troino, baseado no conceito de net-working lançou um novo serviço, no dia 2 de setembro, segunda-feira: a Startup Station.

A ideia já estava no plano de negócio dos responsáveis do Troino Central Station, Maria e Paulo Mendes há algum tempo. “Como nascemos em junho de 2018, tivemos uma espécie de ano zero (2018/2019) e, agora, depois de criadas dinâmicas e sinergias de promoção do bairro e workshops, achámos que estávamos em condições de apostar num novo conceito, a partir do período de 2019/2020 (ano um), que passa por um espaço competitivo para que uma empresa inicie o seu percurso, com tudo o que precisa”, conta à New in Setúbal, Paulo Mendes.

Há dois tipos de serviços: o startup station freelancer e o startup station espaço empresa. O primeiro custa 75€ por mês e inclui a chave do escritório, mesa partilhada, wifi, acesso à copa, micro-ondas e frigorífico, máquina de café, cacifo, net-working, divulgação nas plataformas web, organização de eventos próprios, entre outros.

No caso do espaço empresa, por 275€/mês tem direito à chave do escritório, uma área exclusiva até quatro colaboradores, wifi, acesso à copa, micro-ondas e frigorífico, máquina de café, cacifo, net-working, divulgação nas plataformas web e ainda a possibilidade de ter um fim de semana exclusivo no interior do Troino Central Station para organizar eventos da empresa. Os dois serviços da Startup funcionam de segunda a sexta-feira, entre as 8 e as 20 horas.

Até agora, os serviços estão ocupados por quatro empresas freelancers, com mesa partilhada: a Maria João Besugo Fotografia, Megam Agency, Travel In (consultoria de migração para jovens empreendedores e estudantes da incubadora do IPStartUp) e a americana Gina Medranda, ligada ao ramo do design. No espaço empresa estão ainda a imobiliária Balansado, a loja online Dona Fit e o A dú Almirrante (Accommodation & Host Guide).

O espaço está dividido em várias zonas de trabalho.

Se ficou com vontade de experimentar o novo conceito, ainda há vagas disponíveis: uma para espaço empresa até quatro colaboradores e a outra para a zona freelancer, com mesa partilhada. As candidaturas estão abertas até ao final do mês de setembro. Para agendar uma reunião, conhecer o espaço e apresentar a proposta, pode ligar para o número 933 761 238 ou enviar um mail para geral@nulltroinocstation.com.

Na passada sexta-feira, 6 de setembro, o Troino Central Station inaugurou a exposição, “A Minha Cidade a Preto e Branco”. A mostra conta com imagens de Setúbal a preto e branco, da autoria da fotógrafa Maria João Besugo, de alguns locais da cidade, sob o mote de que “Setúbal pode ser vista de todas as cores”. Pode ver a exposição até ao próximo dia 30 de dezembro. 

Os responsáveis do Troino Central Station revelaram ainda à New in Setúbal, que em breve vão promover “mais eventos outdoor ligados ao team building, workshops e formações”.

tags: espaço empresa, freelancers, net-working, novidade nis, serviços, Startup Station, Troino Central Station

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal