na cidade

Fernando Tomé: “Tenho visto canais desportivos e feito caminhadas no confinamento”

O ex-jogador do Vitória Futebol Clube respondeu ao questionário da New in Setúbal sobre esta fase da sua vida.
Fernando Tomé é uma das velhas glórias do Vitória Futebol Clube.

É uma das maiores glórias do Vitória Futebol e das figuras mais conhecidas de Setúbal. Em sete temporadas na equipa principal, distribuídas entre 1965 e 1978, disputou cerca de 200 jogos com a camisola verde e branca, 19 deles em competições europeias e três em finais de Taças de Portugal. Além do Vitória de Setúbal, Fernando Tomé jogou no Sporting Clube de Portugal e União de Leiria. E ainda foi treinador. 

Depois de Rui Garcia, Jorge Nice, Mauro Lopes e Pedro Monchique, o ex-jogador foi a quinta personalidade a responder ao questionário da New in Setúbal sobre este confinamento. Fernando Tomé falou sobre as saudades que tem de ir à casa dos filhos, das suas caminhadas e de como não dispensa o fato de treino por estes dias. 

Com quem é que está a passar o confinamento?
Estou a passar o confinamento com a minha esposa.

Qual é a série de televisão que está a ver neste momento?
Não tenho visto séries, mas alguns canais desportivos, especialmente o Canal 11. 

Recomende-nos um livro que nunca devemos ler durante a pandemia.
Cada um tem o seu critério. Por isso, não tenho o hábito de fazer recomendações. 

Aproveitou este período para ver algum filme clássico?
Não. 

Qual é a peça de roupa que mais repetiu durante estes dias?
Neste confinamento não dispenso o meu fato de treino.

Conte-nos o motivo da sua maior discussão familiar nesta fase?
Tem havido compreensão, não há discussões. 

Depois deste confinamento, qual é a comida que nunca mais vai querer ver à frente?
Cá em casa fazemos uma alimentação diversificada, por isso todas as comidas são e serão sempre bem-vindas.

Tem feito algum tipo de exercício físico?
Sim, as minhas caminhadas habituais para me manter em forma.

Qual é o local da cidade de que tem mais saudades?
De ir a casa dos meus filhos e dos nossos convívios familiares.

Conte-nos aquele momento em que o tédio o levou a fazer o impensável.
Ainda não cheguei a esse ponto, uma vez que, apesar de ter uma vida bastante calma, arranjamos sempre algumas atividades para fazer.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA