na cidade

Feel4Planet recolheu mais de 9800 beatas de cigarro numa hora

A New in Setúbal acompanhou a ação de limpeza, que decorreu na Praia da Saúde, no dia 28 de setembro.
Foi batido o record de beatas recolhidas.

Faltam 15 minutos para as dez da manhã. No areal da Praia da Saúde, em Setúbal, o sol já impõe a sua presença e convida a um banho de mar matinal. Há muito movimento na frente ribeirinha: pessoas a passear o cão, a fazer jogging ou simplesmente a beber um café, na esplanada do bar Rockalot.

Na zona junto ao corrimão da Praia da Saúde, começa a formar-se um grupo. Estão de T-shirt vestida, chapéu, mochila e com vários recipientes, sacos e peneiras na mão. Estes são os voluntários de mais uma ação de limpeza, organizada pela associação ambiental Feel4Planet. Sob o lema “É pequeno, mas é lixo!”, os 35 voluntários, naturais de Setúbal, Azeitão, Montijo e Alcácer do Sal estão decididos a apanhar o maior número de beatas de cigarro e microplásticos.

A New in Setúbal participou na ação de limpeza, que decorreu no passado dia 28 de setembro, no âmbito do Dia Nacional de Limpeza de Praias e conta-lhe todos os pormenores. Ao início, Carolina Nunes, uma das fundadoras da associação começa por explicar que o grande objetivo da campanha #STBSEMPONTAS é reduzir o lixo urbano e o número de beatas de cigarro, atiradas para o areal a cada minuto.

A jovem adianta ainda que as beatas são o que mais se encontra nas praias de todo o mundo e que por isso, é necessário “agir rapidamente” contra o problema. Depois do briefing, o passo seguinte é a distribuição das luvas. Depois, os voluntários são divididos em grupos: uns vão recolher só beatas de cigarro e os outros os nanoplásticos e microplásticos.

E sem ser preciso procurar muito, encontram-se beatas por todo o lado: junto ao corrimão da praia, por baixo dos bancos, na relva, nos passeios, canteiros de flores, grande parte delas enterradas na areia molhada e seca, e à beira-mar. Durante o percurso, os voluntários são abordados pelas pessoas que passam pela frente ribeirinha, e explicam a todos a importância desta ação de recolha de beatas e plásticos.

Alguns fumadores, de cigarro na mão, olham discretamente para a quantidade de beatas acumuladas dentro dos tupperwares, mas não dizem uma palavra. Outros, sobretudo não fumadores, mostram-se chocados e afirmam: “Meu Deus, o que para ali vai”.

Aproximadamente uma hora depois, é tempo de passar à contagem dos resíduos recolhidos. A contagem é feita manualmente beata por beata por cada um dos participantes. A lógica é simples: uma única pessoa fica a apontar os números num bloco e as restantes vão contando de dez em dez. O restante lixo é colocado em sacos à parte.

Contas feitas, os números não mentem. Nesta ação, apoiada pela Oceano Azul Foundation e Câmara Municipal de Setúbal, foram recolhidas em apenas 60 minutos 9835 beatas de cigarro, o que corresponde a um minuto e 41 segundos de beatas atiradas para o chão, em Portugal, já que se estima que são atiradas sete mil por minuto.

A campanha #STBSEMPONTAS é a ação mais conhecida da Feel4Planet. Desde 2017, no conjunto das ações já foram recolhidas mais de 117 mil beatas de cigarro.

Viagem de uma beata

"Viagem de uma beata" – vídeo de sensibilização para o problema das beatas de cigarro. Esperamos que esta mensagem chegue a muitas pessoas e que este mau hábito acabe. Afinal, tu és parte do problema ou da solução? #STBSEMPONTAS▶️ Vídeo da Feel4Planet com o apoio do Município de Setúbal e transmitido nos ecrãs da Feira de Sant'Iago – Setúbal.

Publicado por Feel4Planet em Segunda-feira, 23 de julho de 2018

tags: #STBSEMPONTAS, ação de limpeza, beatas de cigarro, Câmara Municipal de Setúbal, Feel4Planet, microplásticos, Praia da Saúde, sensibilização, setúbal