na cidade

Este trilho passa por areias brancas, águas cristalinas e recantos secretos

O percurso da Praia e Duna fica na Península de Tróia. Tem um passadiço de madeira que se estende até à marina.
Prepare-se para a aventura.

O Trilho da Praia e Duna, na Península de Tróia, que fica na costa da freguesia do Carvalhal, no concelho de Grândola, vale a pena pelo passeio pelas dunas, repletas de arbustos aromáticos. Oferece um cenário único: areias brancas e águas cristalinas viradas para a o Parque Natural da Serra da Arrábida e para a cidade de Setúbal. Como fundo, a oeste, tem vistas para a reserva natural do estuário do Sado, de onde, muitas vezes, se podem apreciar os roazes a saltar.

A península, entre o Oceano Atlântico e o estuário do rio Sado, é um braço de terra arenosa com mais de 25 quilómetros de comprimento e até 1,5 quilómetros de largura. Na verdade, há dois trilhos que merecem ser percorridos – o da Caldeira e Pinhal e o da Praia e Duna – que recomendamos aqui. O percurso faz-se ao longo da praia que liga Tróia a Sines, junto ao sistema dunar. Tem cerca de cinco quilómetros e dura em média 3h40.

Ao chegar a Tróia, a sensação é de estar a invadir um de luxo. Os jardins são cuidadosamente desenhados e levam até à ponta da língua de areia. O início da caminhada leva-o primeiro pela praia junto ao acesso à praia Tróia-Mar. Seguindo pela praia, passará diante do Banco do Cambalhão – um depósito arenoso, adjacente à foz do Rio Sado, que fica a descoberto em frente à praia.

O regresso é feito pelas dunas, onde o passadiço de madeira, que se estende por um total de 1,7 quilómetros e chega à marina, com uma vista única sobre a Serra da Arrábida e a cidade de Setúbal na outra margem. O prolongamento do trilho segue pela praia Tróia-Bico das Lulas, com passagem pelo observatório, de onde se vêm lagos. O trajeto conta com informações que se encontram em painéis informativos de pequenos miradouros.

Há cerca de dois mil anos, a península era ainda uma ilha no meio do Estuário do Sado, que mais tarde se uniu com a restinga arenosa que crescia a sul. Leve calçado confortável, chapéu e protetor solar.

tags: parque natural da serra da arrábida, praias, setúbal, trilho, troia