na cidade

Este grupo ajuda os gatos abandonados da cidade a encontrarem uma família

O SOS Gatinhos foi criado por um grupo de amigas setubalenses. Pode fazer doações e ser uma família de adoção temporária.
Saiba como ajudar.

Chama-se SOS Gatinhos Setúbal e é um grupo que se dedica a ajudar os gatos abandonados da cidade a encontrarem uma família. Tudo começou com uma gatinha grávida que teve os filhos em cima da caixa de eletricidade de um condomínio. Depois dos quatro gatos bebés terem sido resgatados pelos Bombeiros Sapadores de Setúbal, a equipa conseguiu também salvar a mãe.

Foi a partir deste momento que várias amigas decidiram criar o grupo SOS Gatinhos — Setúbal no final do ano passado.

“Este grupo informal surgiu também pela partida precoce de um amigo de todas, o Pedro Cas, conhecido em Setúbal pelo trabalho extraordinário que tinha vindo a desenvolver a favor dos gatos abandonados, de rua ou que precisavam da sua ajuda. Com a partida do Pedro, todas sentimos um vazio que necessitávamos de preencher. Por isso, este projeto é também em sua homenagem”, explicaram as responsáveis à New in Setúbal.

Atualmente, o grupo conta com 10 elementos (todas mulheres com idades entre os 23 e os 70 anos). O grupo não é uma associação, nem tem um espaço físico. Por exemplo, se houver um acidente com um gato, a SOS Gatinhos pede que as pessoas contactem diretamente o Canil Municipal (265 729 360) ou os Bombeiros Sapadores de Setúbal (265 739 330).

Se preferir contactar o grupo, deve indicar os pormenores da situação (local e acidente) e, se possível, fotografias do animal. A SOS Gatinhos também ajuda na partilha de publicações sobre animais perdidos e encontrados, adoções, entre outros.

Apesar de ser um grupo, a ação da SOS Gatinhos vai desde alimentação de colónias, prestação de cuidados médicos (através de veterinários), resgates, adoções, entre outros.

Pode ajudar o grupo de várias formas. Por exemplo, entregar ração húmida para gato, ração seca e húmida para gatos bebés, pipetas, resguardos, areão e caixas de transporte, na Clínica Veterinários do Sado em Setúbal (Praceta Jaime Horácio Pacheco Junqueiro); ser padrinho do grupo com a contribuição de 5€ mensais ou tornar-se uma família de acolhimento temporário (FAT).

Os donativos podem ser feitos por transferência bancária e os dados estão disponíveis no site tal como todos os gatinhos disponíveis para uma adoção responsável. Além do site, pode acompanhar o trabalho do grupo SOS Gatinhos através das páginas de Facebook e Instagram.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA