na cidade

Coronavírus: DGS já permite a utilização dos duches nos ginásios

No entanto, sempre que houver uma alternativa, o melhor é não tomar banho nos clubes.
Mas há regras.

1 de junho ficou marcado pela reabertura dos ginásios e outros espaços do género em Portugal, após terem passado vários meses fechados devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus. No entanto, reabriram com várias limitações, entre elas a proibição de utilização dos duches. No dia 12 de junho, a Direção-Geral da Saúde levantou essa medida.

A norma de 29 de maio foi atualizada para passar a incluir a permissão de utilização de balneários e chuveiros ou cabines de duche, sendo que esta deve considerar várias recomendações. Antes, apenas era permitido usar os balneários para colocar os objetos no cacifo e utilizar as casas de banho.

“Caso disponham de alternativa, os utilizadores devem evitar a utilização dos balneários e/ou chuveiros/cabines de duche das instalações”, começa por escrever a DGS. Em segundo lugar, deve ser garantida a utilização de chuveiros/cabines de duche que permitam o distanciamento físico de pelo menos dois metros entre utilizadores. Portanto, nem todas as cabines vão estar a funcionar e será necessário definir uma lotação máxima.

Torna-se, assim, obrigatório “assinalar de forma visível quais os cabides, cacifos e chuveiros/cabines de duche que podem ser utilizados”. Nas situações em que seja estabelecida a restrição de utilização de balneários, deve ser permitido o acesso de utilizadores a cacifos (também assinalados de forma a assegurar o distanciamento) e a instalações sanitárias.

Por outro lado, os bebedouros devem permanecer interditos e os clubes não devem disponibilizar aparelhos de secagem das mãos, privilegiando o uso de toalhetes de papel descartáveis. 

tags: coronavírus, DGS, duches, ginásios, medidas de prevenção

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal