na cidade

Conheça os trilhos do Arrábida Walking Festival

O evento está marcado para os dias 27 a 29 de março. A NiS mostra-lhe alguns dos melhores percursos.
Três dias para conhecer o património da Arrábida.

Partir à descoberta do património do Parque Natural da Arrábida através de vários percursos é o desafio da primeira edição do Arrábida Walking Festival, que decorre de 27 a 29 de março. Ao todo, são mais de 100 quilómetros pela serra, com paragens pelos principais pontos de interesse arqueológicos da região.

A apresentação oficial do festival de caminhadas decorreu na passada quinta-feira, 30 de janeiro, na Quinta do Piloto e incluiu uma tour por alguns dos percursos do programa. A New in Setúbal acompanhou as caminhadas e mostra-lhe alguns dos percursos mais giros. Aconselhamos que leve binóculos e uma máquina fotográfica para registar as vistas panorâmicas. 

Percurso Serra do Louro by Night

Este trilho noturno começa no Castelo de Palmela, às 18 horas, e segue em direção à Serra do Louro. Passa ainda por Castro de Chibanes, uma fortificação da época da pré-história. Segundo Michele Santos, arqueóloga da Câmara Municipal de Palmela, esta estrutura pode ser considerada o “primeiro castelo de Palmela e da Arrábida”. Era também um ponto estratégico de controlo das trocas comerciais do rio sado e estuário do Tejo. No interior foram encontrados alguns fornos metalúrgicos, usados para a transformação do cobre, na época.

A fortificação é da época da pré-história.

No final da caminhada, os participantes podem provar a sopa caramela, um dos pratos mais típicos da gastronomia local, entre as 20 e as 22h30. A reserva para a participação na degustação é obrigatória. O evento está marcado para o dia 27 de março, sexta-feira. Tem a duração prevista de três horas, dificuldade baixa e 9,2 quilómetros de distância.

Percurso do Cabo Espichel

Este trilho, previsto para o dia 28 de março, sábado, é feito a partir do Santuário do Cabo Espichel e da Ermida da Memória, seguindo pela Pedra do Mua, onde vai ser revelada uma lenda da era do Jurássico. Durante o percurso vai poder parar para ver as jazidas fósseis, continuando sobre as arribas até à Praia das Bicas.

Durante a apresentação do festival, Andreia Conceição, do Departamento de Cultura da Câmara Municipal de Sesimbra, explicou à New in Setúbal, que o “Cabo Espichel sempre foi um lugar ligado ao mágico, simbólico e à fertilidade”.

Por ser um cabo misterioso — onde para os antigos, a terra acabava e o desconhecido do oceano começava —, era muito associado a lendas populares e naufrágios. Neste caso, o ponto de encontro da caminhada de dificuldade média, oito quilómetros de distância e três horas e meia duração é às 12h30, no Cabo Espichel.

O Santuário do Cabo Espichel é um dos pontos de paragem obrigatória.

Percurso Serra da Achada

Este passeio começa no famoso Convento D’el Carmen, na Arrábida cruzando as terras do Risco em direção a Sesimbra. Ao longo do percurso, há várias paragens, que escondem algumas histórias da serra, como as ruínas da Roça do Casal do Meio, monumento funerário do Bronze Final, o santuário fenício da Lapa Da Cova e o Forte de Santiago, uma fortaleza militar seiscentista.

O trilho da Serra da Achada é no dia 29 de março, domingo, com ponto de encontro em Sesimbra, às 9 horas. São 12 quilómetros de distância, com dificuldade média e quatro horas de duração.

Se for fã de trekking, já se pode inscrever em todos os percursos, no site da Biotrails. O Passe Festival dá acesso a várias caminhadas; o simples apenas a uma delas. O valor do bilhete inclui a participação no programa complementar, kit oferta, seguro de acidentes pessoais e transfer entre o fim e o início dos percursos. 

O evento é co-organizado pela Biotrails, juntamente com os municípios de Palmela, Setúbal e Sesimbra, com o patrocínio da Associação Baía de Setúbal. A Biotrails — Trilhos de Biodiversidade é uma empresa com sede em Palmela que oferece várias experiências ao ar livre, como tours pela serra, caminhadas e atividades de birdwatching.

tags: Arrábida Walking Festival, Cabo Espichel, programa, Serra da Achada, Serra do Louro, trilhos

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal