na cidade

Câmara de Setúbal corta acesso automóvel às praias da Arrábida

A medida da autarquia está em vigor até ao início da época balnear.
O programa "Arrábida Sem Carros" vai manter-se este verão. Foto: CMS.

A circulação e estacionamento de carros na antiga EN 379-1 entre os parques da Praia da Figueirinha e do Creiro na Arrábida estão interditos desde quinta-feira, 21 de maio, até ao início da época balnear. A medida foi tomada pela Câmara Municipal de Setúbal, no âmbito da estratégia de prevenção e exposição ao risco decorrente de incêndios florestais, e de mitigação de propagação da pandemia de Covid-19.

A autarquia justificou a decisão pela “situação registada no fim de semana de 16 e 17 maio, em que em virtude das medidas graduais de desconfinamento, se verificou uma deslocação massiva de veículos automóveis, motociclos, veículos sem motor e a pé”.

De acordo com o município, esta atitude dos automobilistas “contribuiu, inadvertidamente, para produzir um forte congestionamento à circulação automóvel associado a um estacionamento desordenado e caótico, e que coloca em causa a capacidade de prestação de socorro e acesso de veículos de emergência”.

No entanto, esta medida não inclui os trabalhadores e proprietários de atividades económicas instaladas naquela zona, bem como os veículos de emergência, proteção e socorro, que podem continuar a circular no troço referido.

O município de Setúbal confirmou também que nesta época balnear se mantém em vigor o programa “Arrábida Sem Carros”, que restringe a circulação de automóveis, entre a praia da Figueirinha e o Creiro durante o verão. 

O objetivo do regime criado em 2018 é evitar o congestionamento de trânsito provocado pelo estacionamento desordenado. Além disso, permite a circulação de viaturas de emergência em caso de acidente ou de incêndio na serra da Arrábida — situações que podem pôr em risco a vida de milhares de pessoas.

tags: Arrábida sem carros, Câmara Municipal de Setúbal, circulação automóvel, praias da Arrábida, setúbal

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal