na cidade

Bairros históricos dos Pescadores e Grito do Povo estão renovados

O espaço público tem novos acessos pedonais e uma estátua em forma de lata de sardinha.
A inauguração foi a 7 de dezembro. Foto: CMS.

O espaço público dos bairros dos Pescadores e Grito do Povo foi inaugurado no passado dia 7 de dezembro, sábado, depois de obras de reabilitação, desenvolvidas pela Câmara Municipal de Setúbal, com o envolvimento dos moradores. A apresentação das novas valências fez-se através da “Caminhada Setúbal Conserva”, que percorreu várias zonas do bairro.

As escarpas limpas e desmatadas foram transformadas em jardins e também há áreas de lazer e recreio, como parques infantis e máquinas geriátricas. As escadas passaram a chamar-se “Caminho dos Pescadores”, a iluminação pública foi reforçada e criadas bolsas de estacionamento.

A renovação dos sistemas de saneamento e de abastecimento de água, juntamente com as redes de drenagem de águas pluviais são outro dos exemplos das intervenções nas ruas de São Pedro, Nossa Senhora do Carmo, Senhor Jesus dos Aflitos e São Luís Gonzaga e a Praceta Stella Maris.

Outro dos destaques vai para o espaço público junto da EB do Viso, onde foram renovados os campos de jogos, que servem também a escola e integradas duas estações com equipamentos infantis. O bairro ganhou ainda a obra de arte “Setúbal Conserva”, uma escultura de aço, em forma de lata de sardinha.

“Em 2014 decidimos priorizar o investimento técnico e financeiro neste território rico em história e em marcas físicas que interligam o rio à serra, com percursos e escadas cujo limite quase chega ao céu, azinhagas e becos, muralhas e castelos, casas abarracadas e moradias”, afirmou Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal de Setúbal no seu discurso.

Há mais estacionamento. Foto: CMS.

Para isso, a autarquia apresentou uma candidatura ao Plano de Ação Integrado para Comunidades Desfavorecidas do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano e obteve um financiamento, de cerca de dois milhões de euros, comparticipado em 50 por cento, com os fundos do Programa Operacional Regional Lisboa 2020.

A “Caminhada Setúbal Conserva” contou com vários apontamentos culturais, como estátuas vivas e atuações de Bombo’Sapiens, APPACDM de Setúbal, ESTuna e Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense e terminou na Rua Grito do Povo. Nos bairros históricos construídos entre os anos 60 e 70 moram mais de 1500 pessoas sobretudo famílias ligadas à pesca e indústria conserveira.

tags: bairro dos pescadores, Câmara Municipal de Setúbal, Grito do Povo, Maria das Dores Meira, obras, setúbal