na cidade

Descargas de lixo no Zambujal continuam. Moradores exigem fim do aterro ilegal

Um grupo de cidadãos organizou uma marcha lenta no dia 29 de novembro. O protesto juntou 200 manifestantes.
O aterro fica em pleno Parque Natural da Arrábida junto à Praia do do Ribeiro do Cavalo.

A empresa Greenall Life — Reciclagem, Aterro E Ambiente continua a despejar lixo ilegalmente perto da Praia do Ribeiro do Cavalo, em pleno Parque Natural da Serra da Arrábida.

Tal como a New in Setúbal noticiou a 15 de janeiro deste ano, a licença de exploração do aterro do Zambujal de Cima, concelho de Sesimbra, foi revogada em junho de 2019, pela CCDR-LVT — Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo. 

No entanto, a empresa mantém as descargas dos resíduos sem autorização, mesmo depois de a CCDR-LVT ter apresentado queixa ao Ministério Público, acusando-a de “desobediência”.

Os moradores do Zambujal de Cima continuam a queixar-se do “mau cheiro e fumo intenso vindo da antiga pedreira, que polui o ar diariamente”. Por isso, no passado dia 29 de novembro, domingo, organizaram uma manifestação a exigir o encerramento definitivo do aterro.

“Ar, ar, ar, queremos respirar”. Foi este o apelo repetido várias vezes durante a Manifestação por um Ar Saudável. O protesto começou com uma marcha lenta entre a vila de Sesimbra e o aterro e juntou perto de 90 carros e 200 manifestantes.

Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, sublinhou que “esta iniciativa teve a vantagem de ter sido impulsionada por cidadãos anónimos que querem ver o seu problema resolvido, tal como a Câmara Municipal, a Assembleia Municipal e a Junta de Freguesia do Castelo, que têm feito tudo o que está ao seu alcance para que seja cumprida a decisão de encerramento e as medidas cautelares para a retirada dos resíduos para local certo”.

Os grupo informal de cidadãos de Sesimbra garantiu que vai continuar a lutar pelo fim do aterro do Zambujal, tendo previstas novas ações de protesto em breve.

O protesto decorreu no dia 29 de novembro.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA