na cidade

Alunos do Politécnico de Setúbal desenvolvem projeto de apoio a idosos

Chama-se idoSOS — Um Dedo de Conversa e pretende combater o isolamento social dos grupos de risco.
Participam estudantes das licenciaturas de Fisioterapia e Animação e Intervenção Sociocultural.

Apesar de Portugal já ter entrado no período de pós-confinamento, a maioria dos idosos mantém-se em isolamento social em casa para evitar a propagação do novo coronavírus. Para ajudar a combater a solidão destes grupos de risco, os estudantes finalistas das licenciaturas de Fisioterapia e Animação e Intervenção Sociocultural do Instituto Politécnico de Setúbal desenvolveram um projeto de apoio técnico e emocional aos idosos em isolamento.

Chama-se idoSOS — Um Dedo de Conversa e consiste em contactos telefónicos semanais (dois por cada utente) ou através das redes sociais, sempre que seja possível. Além da vertente solidária, este projeto vai permitir que os estudantes realizem os estágios previstos no seu percurso de aprendizagem que tinham sido suspensos por causa do surto de Covid-19.

Os beneficiários do apoio são cerca de 20 utentes da Associação de Solidariedade Social da Freguesia de Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra, no concelho de Setúbal com idades entre os 64 e os 89 anos, que ficaram privados dos serviços de Centro de Dia.

Os alunos Fisioterapia vão ajudar a prevenir o agravamento de situações crónicas, através do estabelecimento de rotinas ativas e saudáveis. Quanto aos estudantes de Animação e Intervenção Sociocultural, o seu papel será o de encontrar estratégias para reduzir o impacto emocional do isolamento social nestes idosos, como a partilha das suas experiências de vida, hobbies, entre outros temas de interesse comum.

Numa primeira fase, os idosos vão receber pastas personalizadas com fotografias e outras informações sobre os estudantes com quem passarão a interagir, estando também previsto um inquérito inicial para diagnóstico das rotinas existentes. Depois será entregue a documentação sobre as atividades físicas propostas, jogos e outras ferramentas que permitam enfrentar, de forma saudável e tranquila, o contexto atual da pandemia de Covid-19.

tags: Covid-19, estudantes, idosos, Instituto Politécnico de Setúbal, isolamento social, setúbal, Um dedo de conversa

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal