na cidade

Acesso às praias da Arrábida vai passar a ter ainda mais restrições este verão

O projeto "Arrábida Sem Carros" entra em vigor durante a época balnear, de 13 de junho e 15 de setembro.
As restrições vão começar.

Implementado em 2018, o projeto que quer acabar com a circulação de carros pelas encostas da Arrábida, em Setúbal, foi criticado por uns e elogiado por outros. A única certeza é mesmo o verdadeiro caos que acontece nos acessos às praias da região sempre que o bom tempo chega.

Este ano, devido ao surto do novo coronavírus, a Câmara Municipal aproveitou para tornar as medidas de restrição ainda mais apertadas – e assegurar o circuito e acesso através dos transportes públicos. Assim, a partir de 13 de junho, e até 15 de setembro, o acesso às praias da Arrábida, em Setúbal, vai estar condicionado.

Será então completamente proibida a circulação de carros entre os parques de estacionamento da praia da Figueirinha e o Creiro, entre as 8 e as 20 horas. Apenas será permitida a passagem a transportes públicos, veículos de emergência e residentes. O acesso ao Portinho da Arrábida, a não ser para embarcações e proprietários de estabelecimentos comerciais e alojamentos locais, também estará cortado diariamente, das 8 às 19 horas.

Uma das novidades do projeto para 2020 é o corte da circulação rodoviária no acesso à Praia de Albarquel, no período entre as 8 e as 20 horas. Com estes troços livres durante o dia será possível evitar os congestionamentos de trânsito provocados pelo estacionamento desordenado, de forma a permitir a circulação de viaturas de emergência em caso de acidente ou de um incêndio na serra da Arrábida. Passarão também os transportes públicos regulares, coletivos e escolares em serviço, de tomada e largada de passageiros, motas, táxis e viaturas ao serviço das plataformas TVDE.

Assim, a Câmara Municipal volta a apostar nas deslocações de pessoas para as praias da Arrábida em transportes públicos coletivos, com ligações a partir de Setúbal e de Azeitão. Este ano, obviamente, com ajustes no serviço devido à pandemia de Covid-19. Este reforço tem como objetivo cumprir as medidas de segurança propostas pela Direção-Geral da Saúde.

No primeiro fim de semana de junho houve vários congestionamentos nos acessos à Arrábida. Foto: CMS.

Inclui-se, por exemplo, a promoção do distanciamento social, o cumprimento da lotação de dois terços nas viaturas, o uso obrigatório de máscara de proteção e a limpeza e desinfeção obrigatória das carreiras. Para evitar aglomerações, será reforçada a oferta dos transportes que fazem a ligação de Setúbal à Figueirinha.

Estão a ser também melhoradas as condições das paragens, com locais para as pessoas estarem à sombra, e reforçados os serviços nas horas de ponta – sobretudo ao final da tarde. Entre as várias carreiras, destaca-se o vai-vem gratuito entre a Figueirinha e o Creiro, que faz a ligação a partir da Praia da Figueirinha, com paragem nas praias de Galapos, Galapinhos e Creiro. Este transporte tem um funcionamento contínuo, de 20 em 20 minutos, entre as 9 horas e as 19h30.

Os parques de estacionamento das várias praias continuarão a funcionar. Na Figueirinha, por exemplo, mantém-se em utilização o parque descoberto junto da praia, com lotação de 230 lugares. As tarifas são cobradas de 1 de junho a 30 de setembro, entre as 8 e as 19 horas, com custos variáveis consoante o dia da semana e as épocas baixa (1 a 30 de junho; 1 a 30 de setembro) e alta (1 de julho a 31 de agosto). No parque da praia do Creiro, onde existem 200 lugares de estacionamento, o valor cobrado é de 4€ por dia, entre as 8h e as 18 horas.

Deixar o carro nas bermas das faixas de rodagem é completamente proibido. A autarquia aconselha-o a consultar previamente a aplicação InfoPraia, criada pela Agência Portuguesa do Ambiente, para que possa ver, antes de se deslocar à Arrábida, se a praia está com uma ocupação plena, elevada ou baixa.

Além do “Arrábida Sem Carros”, a autarquia está a implementar um conjunto de novas práticas, incluídas no manual “Ir à praia em segurança”, que tem como objetivo evitar o risco de contágio e aumentar o controlo da crise sanitária.

O projeto “Praia para Todos”

Com o objetivo de apoiar pessoas com mobilidade reduzida e invisuais na utilização dos novos equipamentos e renovadas instalações nas praias de Figueirinha e de Albarquel, o município está a dinamizar, em parceria com o Instituto Politécnico de Setúbal, o projeto social “Praia para Todos”.

Este novo projeto vai garantir o apoio especializado a todos os cidadãos que frequentem as praias, entre 13 de junho a 31 de setembro, das 9 às 14 horas. E será feito por alunos do IPS com formações em fisioterapia, enfermagem, terapia da fala, desporto, animação e intervenção sociocultural.

O projeto “Praia para Todos” será dinamizado na sequência de um investimento da autarquia nestas zonas balneares para melhorar as condições de oferta turística inclusiva.

tags: acessos, Arrábida sem carros, Câmara Municipal de Setúbal, circulação, praias da Arrábida, setúbal

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal