na cidade

A cidade vai receber duas noites das arábias com dança oriental e workshops

O programa “Dança Oriental e as 1001 Noites” está marcado para os dias 11 e 12 julho.
Estão previstas várias atuações. Foto: CMS.

As danças e as músicas do mundo árabe vão invadir Setúbal, com a quarta edição do programa “Dança Oriental e as 1001 Noites”, que decorre no fim de semana de 11 e 12 julho em vários pontos da cidade. Este ano, devido às medidas de conteção para evitar a propagação do novo coronavírus, o formato vai mudar. 

Em vez do Parque Urbano de Albarquel, as atividades vão realizar-se na Casa da Baía, Casa da Cultura e no espaço Catarina Branco Oriental Studio. A iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Setúbal começa no dia 11 de julho, sábado, às 16 horas com o workshop “Iniciação à Língua e Alfabeto Árabe” no espaço Catarina Branco Oriental Studio.

Uma hora depois, a Casa da Baía recebe a palestra “O Legado Árabe na Região de Setúbal”, conduzida por Natália Nunes, seguindo-se às 18h30, um espetáculo de dança oriental com artistas convidados e música ao vivo.

No domingo, 12 julho, às 14h30, está marcado um workshop de dança oriental no Catarina Branco Oriental Studio. No mesmo dia, realiza-se a palestra “Orientalismo: A Descoberta do Oriente”, com Maria João Tomás na Casa da Baía, a partir das 16 horas. 

O Café das Artes da Casa da Cultura é o terceiro espaço a acolher a edição deste ano de “Dança Oriental e as 1001 Noites” com um Arabic Lounge, às 17 horas, que inclui música com DJ, chás orientais e pintura Henna, a que se segue uma performance de dança oriental.

A participação em todas as iniciativas é gratuita, mas tem de se inscrever online porque as atividades estão sujeitas à lotação de cada espaço. A entrada do público nos eventos é feita mediante a apresentação de comprovativo de inscrição. Todas as atuações têm um intervalo de 30 minutos para evitar aglomerações e é obrigatório o uso de máscara de proteção individual.

tags: “Dança Oriental e as 1001 Noites”, Casa da Baía, Casa da Cultura, Catarina Branco Oriental Studio, dança oriental

outros artigos de na cidade

mais histórias de Setúbal