fit

Queimaduras nos miúdos durante o verão: saiba como prevenir e o que fazer

A cirurgiã pediátrica Sara Porto Carmo, da clínica setubalense Mentes INquietas, dá dicas sobre como agir nesta situação frequente.
Há formas de prevenir.

À medida que o verão e o calor se aproximam, as crianças estão mais propensas a sofrer queimaduras devido ao aumento da exposição ao sol e à realização de atividades ao ar livre. Podem ser ligeiras, como a grande maioria das queimaduras solares ou graves, como as provocadas por contacto com superfícies (como grelhas ou carvão) ou líquidos quentes.

As queimaduras solares são provocadas por exposição excessiva aos raios de sol e podem causar vermelhidão, dor, bolhas e, em casos graves, febre, calafrios e desidratação. As queimaduras por contacto com superfícies quentes, no verão, devem-se principalmente a contacto com objetos aquecidos pelo sol, como areia, brinquedos metálicos, asfalto e equipamentos de parques (escorregas, por exemplo).

As queimaduras por líquidos quentes ocorrem quando há derramamento de bebidas quentes ou contacto com água quente, por exemplo, em parques aquáticos. Damos-lhe algumas dicas para saber como prevenir as queimaduras bem como atuar em cada uma das situações.

No caso das queimaduras solares, deve evitar exposição direta ao sol nas horas de maior calor (entre as 10 e as 16 horas), usar protetor solar com fator de proteção solar (FPS) adequado, reaplicá-lo regularmente ao longo do dia e sempre após os banhos de mar e piscina e utilizar de chapéus de sol, roupas de proteção, chapéus e óculos de sol.

Quando falamos de queimaduras por contacto com superfícies quentes, deve verificar a temperatura das superfícies e líquidos antes do contacto, utilizar calçado adequado e haver supervisão constante, durante as atividades com superfícies e líquidos quentes e durante as refeições, principalmente no caso das crianças mais pequeninas.

Após uma queimadura, caso tenha dúvidas acerca da gravidade e dos cuidados a ter, procurar ajuda médica é crucial para minimizar danos, evitar infeções e promover uma recuperação rápida e eficaz. É importante recordar que a prevenção é a melhor forma de evitar queimaduras e que, com os devidos cuidados, podemos todos aproveitar o verão e o calor da melhor forma possível.

Saiba como atuar em caso de queimadura

— Caso seja uma queimadura solar, deve retirar a criança do sol imediatamente.

— Lave a área queimada com água corrente fria por pelo menos dez minutos.

— Cubra a área com um pano limpo e húmido (idealmente compressas esterilizadas com soro fisiológico).

— Não aplique gelo na queimadura.

— Se a pele não tiver bolhas, deve hidratá-la com cremes específicos para queimaduras.

— Evite a aplicação de “remédios” caseiros como óleos, manteiga, paste de dentes álcool ou outros.

— Reforce a hidratação oral com água, chá e sumos naturais.

— Faça medicação para a dor.

— Procure atendimento médico imediatamente em casos de queimaduras com bolhas, queimaduras extensas ou profundas.

Caso tenha interesse, pode entrar em contacto com a clínica Mentes INquietas através do contacto 265 233 066 ou 927 401 218 ou enviar email para geral@nullmentesinqueitas.pt. 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA