fit

O tiramisu italiano numa versão vegan e com menos calorias. É perfeito para o verão

A sugestão da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida apresenta o doce com alterações que o deixam com o mesmo sabor.
É delicioso.

A cozinha italiana tem pratos que entram para o topo dos favoritos em todo o mundo. Das pastas à lasanha, sem esquecer a pizza, não nos há refeição que se faça sem falar das sobremesas e em concreto de uma bem famosa: o tiramisu, inventado por Ado Campeol, a sua mulher e um amigo, Roberto Linguanotto, em 1972.

O prato, como tantos outros, foi o resultado de um acidente ao tentarem fazer gelado de baunilha. Desde então, tornou-se numa das sobremesas de Itália mais conhecidas e populares de sempre e a receita não tem grande segredo. Consiste numa mistura de camadas de biscoitos ensopados em café e mascarpone. A invenção nunca foi patenteada pelos criadores.

Além da receita tradicional ser deliciosa e irresistível, o açúcar misturado com o queijo mascarpone e leite condensado fazem desta sobremesa uma pequena bomba calórica. O que significa que é o maior inimigo de quem está a tentar perder peso e não é o melhor aliado para a nossa saúde. A boa notícia é que há alternativas, como a sugestão da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, de tiramisu vegan.

Nesta versão do doce, o açúcar refinado é substituído por açúcar de coco e adiciona-se óleo e leite de coco, em substituição do leite condensado. Além disso, também os conhecidos palitos são aconselhados a serem deixados de parte e a usar, em vez disso, um bolo saudável.

A receita foi pensada para servir seis a oito pessoas, mas pode adaptar conforme a necessidade.

Do que precisa

— 1 bolo saudável

— 450 gramas de “queijo” creme vegan

—  99 gramas de açúcar de coco

— 55 gramas de óleo de coco

— 225 gramas de leite de coco, parte sólida

— 2 colheres de chá extrato de baunilha

— 250 mililitros de café forte

— Cacau em pó, q.b.

Como se faz

Comece por fatiar o bolo vegan e reserve. Numa taça larga, adicione o queijo creme vegan, o açúcar de coco, o óleo de coco, o leite de coco (apenas a parte sólida) e o extrato de baunilha. Com uma batedeira elétrica, bata à velocidade máxima até obter um creme espesso e aveludado e reserve. Disponha numa taça café forte e deixe arrefecer por alguns minutos.

Molhe as fatias do bolo no café de forma que fique bem embebido, e disponha uma camada de bolo numa travessa. Sobreponha uma camada de creme e alise bem com a ajuda de uma colher. Adicione mais camada de bolo embebido em café e termine com o creme. Leve ao frigorífico a consolidar por algumas horas.

Carregue na galeria para conhecer o novo spot da Fonte Nova, com os melhores petiscos deste verão.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA