fit

O fruto sumarento e delicioso que ajuda a regular o colesterol (e não só)

Constituído por 85 por cento de água, pode ser consumido fresco e é fácil de transportar. Tem inúmeros benefícios para a saúde.
Tem vários benefícios para a saúde.

Cabem em qualquer lado, são práticas e (mesmo) deliciosas. A sua fama é conhecida um pouco por todo o mundo, algo que se deve à sua diversidade. Uma das particularidades das ameixas é o facto de terem mais variedades do que qualquer outra espécie de fruto com caroço – são cerca de duas mil.

São classificadas em vários grupos: Japonesa, Americana, Ornamental, Damson, Europeia e Selvagem e surgiram há mais de dois mil anos na Ásia, junto ao rio Yangtze (atual China). Já a ameixa europeia, apesar de ter origens asiáticas, surgiu na Suíça. De acordo com o local onde é cultivada, tamanho, cor, sabor e estação do ano em que se desenvolve, recebe denominações variadas (os tais grupos). A sua cor varia entre o roxo e o verde, passando pelo vermelho e o amarelo.

Conhecida pelos benefícios na obstipação, por causa do seu poder laxante, esta fruta é consumida desde a antiguidade como remédio natural para este problema. Porém, tem muitas outras vantagens. Segundo a nutricionista Lillian Barros, “é rica em potássio e vitamina A, e apresenta compostos fenólicos com capacidade antioxidante”.

É também nutricionalmente interessante para quem está em processo de emagrecimento. Tem 46 calorias por cada 100 gramas. Além disso, é constituída por 85 por cento de água. “Isto significa que a ameixa permite manter a sensação de saciedade durante mais tempo, evitando possíveis ataques de fome”, destaca a especialista em nutrição. Afinal, quando sentimos o estômago mais cheio, é mais fácil controlar o apetite e evitar ceder à tentação de comer doces e alimentos processados.

Rica em açúcares com baixo índice glicémico, acaba por ser uma boa aliada no controlo da glicemia, dá um ótimo contributo para a saúde dos ossos e na prevenção da anemia. A ameixa ajuda também a regular o colesterol e a circulação sanguínea.

Para escolher as melhores ameixas deve optar pelas que estão mais firmes, brilhantes e com a pele intacta. Ao chegar a casa, pode colocá-las em sacos plásticos na gaveta do frigorífico, sem as lavar, por um período de três a cinco dias. Se preferir, pode sempre congelá-las e assim deliciar-se com esta fruta típica do verão em qualquer altura do ano.

Pode ser ingerida fresca ou mesmo incluída em sumos, batidos, bolos, tartes e crumbles. “Também pode ser consumida desidratada, porém, é importante considerar-se que ao perder a água, se torna mais densamente calórica. Devem evitar-se as opções em calda ou em doces e compotas com adição de açúcar“, alerta a nutricionista.

A ameixa é super versátil e pode ser facilmente incluída nas refeições diárias, de forma a usufruir dos vários benefícios que tem para o organismo. A NiT recolheu algumas receitas onde esta fruta é protagonista, nas quais se pode inspirar. Carregue na galeria para descobri-las.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA