fit

O brownie de feijão preto e cacau que vai ajudar os gulosos a poupar calorias na Páscoa

A sugestão da nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida é daquelas que parecem estranhas à partida, mas que vão conquistá-lo.
Pode comer mais do que um.

Existem épocas do ano em que é quase impossível fugir às refeições mais calóricas, além, claro, dos doces e sobremesas. É o caso do Natal e, passado pouco tempo, a Páscoa, que está quase aí à porta. Se há mil e uma opções e formas de confecionar os tradicionais folares, o mesmo pode dizer-se acerca do brownie — neste caso, com combinações improváveis.

A sugestão que a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida traz, desta vez, pode ser curiosa para alguns: brownie de feijão preto e cacau. Não exclua já esta opção, porque vai surpreender-se com a receita. Também podemos dizer que não é um doce demasiado enjoativo. Se quiser, pode optar pelo chocolate, em vez do cacau, mas o grande segredo é mesmo o feijão, ainda que ambos os ingredientes (no caso do cacau) sejam saudáveis.

O famoso bolo “que não cresce” tem origem nos Estados Unidos da América e é um sucesso em todo o mundo. Segundo o livro “Larousse Gastronomique”, o primeiro registo da receita remonta a 1896. Embora não exista uma confirmação do local exato, acredita-se que tal terá acontecido na região de New England, no nordeste do país. Aparentemente, tudo começou quando uma mulher estava a fazer um bolo de chocolate e se esqueceu de colocar fermento em pó. Apercebeu-se, depois de cozido, que o bolo não tinha crescido, mas decidiu servir as fatias mesmo assim.

A receita apresentada foi pensada para oito a dez pessoas, mas pode sempre adaptar conforme a necessidade.

Do que precisa

— 425 gramas de feijão preto cozido

 — 1 abacate grande (ou 2 médios)

—  1 ovo

—  1 colher de sopa de extrato de baunilha

— 100 gramas de açúcar moreno

— 85 gramas de cacau em pó

— 1 colher de chá de óleo de coco

— 1/2 colher de chá fermento em pó

— 55 gramas de chocolate negro picado

Como se faz

Numa taça, adicione o feijão preto seco, cubra com água e deixe repousar por 12 horas. Descarte a água da demolha, lave um pouco o feijão em água corrente com a ajuda de uma peneira. Leve a cozer por 45 minutos a 1 hora. Remova do lume, escorra a água e deixe arrefecer por completo.

Pré-aqueça o forno a 180 graus. Unte uma forma quadrada, com cerca de 20 por 20 centímetros. Forre com papel vegetal para facilitar a remoção do brownie mais à frente. Coloque num robot de cozinha o feijão preto, o abacate, o ovo, a baunilha e o açúcar moreno e processe até ficar homogéneo.

Adicione o cacau em pó, o óleo de coco, o fermento em pó e processe novamente até ficar homogéneo. Se a massa estiver muito espessa adicione uma ou duas colheres de sopa de leite de amêndoa. Esta massa precisa de estar o suficientemente espessa para obtermos uns brownies bem húmidos no seu interior. Junte o chocolate picado (reserve cerca de duas colheres de sopa) e, de seguida, transfira para a forma preparada e use uma espátula para espalhar uniformemente nas laterais.

Espalhe o resto do chocolate picado por cima do brownie. Leve ao forno por 25 a 30 minutos ou até que um palito inserido no centro saia um tanto limpo. Deixe arrefecer completamente numa grelha e corte em quadrados.

Carregue na galeria e descubra outras receitas fáceis de preparar com os miúdos na altura da Páscoa.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA