fit

Má notícia: os próximos dias vão ser terríveis para quem sofre de alergias

A partir desta sexta-feira o SPAIC prevê que as concentrações de pólen na atmosfera atinjam valores mais elevados que o normal.
Prepare-se para as alergias.

Para quem sofre de alergias, a altura da primavera é uma das mais complicadas do ano. Espirros, comichão nos olhos e tosse seca são apenas alguns dos sintomas característicos desta doença — e é provável que os comece a sentir nos próximos dias.

Todas regiões de Portugal continental vão estar afetadas. As concentrações elevadas de pólen na atmosfera começaram a partir de sexta-feira, 24 de maio, segundo o Boletim Polínico da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

Os valores elevados devem manter-se pelo menos até dia 30 e vão fazer-se sentir sobretudo em Vila-Real, Porto, Coimbra, Castelo Branco, Lisboa, Setúbal, Évora e Faro. A oliveira, o pinheiro, a bétula, o castanheiro, o sobreiro e os carvalhos são as árvores que vão deitar mais grãos de pólen.

Mais descansados podem estar os arquipélagos dos Açores e da Madeira, uma vez que as previsões da SPAIC apontam para concentrações baixas. Estas alergias podem sentir-se no aparelho respiratório (asma e rinite alérgica), nos olhos (conjuntivite alérgica) ou na pele (urticária e eczema).

Se é mais sensível a um destes pólenes, deve evitar realizar atividades ao ar livre nas regiões onde as concentrações polínicas serão elevadas. Deve também manter fechadas as janelas do carro sempre que se viajar, e as de casa quando lá estiver. Os motociclistas são aconselhados a utilizar capacete integral.

Se costuma sofrer com as alergias, fique a conhecer algumas dicas para combater os sintomas alérgicos.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA