fit

Este treino do momento é todo passado a dançar (e só demora 15 minutos)

É de intensidade média e um reforço extra para trabalhar a parte cardio.
15 minutos de intensidade média.

Foi quase de rompante. Em poucos anos, Pamela Reif passou da miúda adolescente que nunca tinha posto os pés num ginásio para se tornar, aos 24 anos, uma estrela no mundo fit que continua a dar cartas.

Esta influencer alemã era já um nome a ter em conta ainda antes de o mundo ter sido obrigado a confinar-se, no combate à pandemia. Com ginásios por esse mundo fora fechados ou com restrições, como aconteceu no último ano, o momento foi de explosão para Pamela Reif.

Durante a pandemia, Pamela viu a sua notoriedade crescer. Atualmente, isso cifra-se em quase oito milhões de seguidores no Instagram, a que se juntam outros sete milhões no YouTube.

A NiT já lhe contou a história desta estrela fit que só começou treinar em 2016. E se há razão pela qual continuamos a voltar a Pamela é mesmo porque, na hora de treinar por casa, ela consegue sempre ser criativa.

Algumas das rotinas de exercício de Pamela não são para toda a gente. Ela é bem conhecida pelo ritmo que consegue imprimir nas suas repetições, sempre ao som de música pop bem mexida.

Ainda assim, a maior parte das propostas são o tipo de sugestão que é fácil experimentar por casa, com um simples tapete ou nem isso, como é o caso da sugestão que trazemos desta vez, onde vai estar sempre de pé. Não se pode é ficar parado, claro.

Mais um treino de Pamela Reif.

As sessões da influencer e modelo são bem conhecidas pela forma como combinam boa disposição e música, tudo contribuindo para a eficácia do treino. E como costumam ser propostas curtas mas intensas, fica mais fácil reservar um parte do início ou do fim do dia para experimentar.

Aqui Pamela Reif combina movimentos super dançáveis, o que ajudam a dar um lado descontraído e animado a todos os 15 minutos de treino. Pelo meio, há movimentos que vão buscar a sua inspiração a coisas menos comuns, como o boxe.

Com um quarto de hora apenas trabalha-se o lado cardiorrespiratória. A coisa começa de forma simples, quase em passo de estilosa caminhada sem sair do mesmo lugar. O cenário atrás de Pamela chama a atenção mas, já se sabe, na hora de treinar, o que conta é a atitude.

Depois de uma entrada em passo ainda de aquecimento, começam movimentos mais coordenados e laterais. Trabalha-se, de forma simples e sem se pensar muito nisso, braços, pernas, glúteos e abdominais. De seguida, entram alguns dos golpes que podiam ter saído de um treino de boxe (sem o tal lado violento, claro).

Mais para a frente vai ser preciso manter a coordenação enquanto já se notam as gotas de suor. A finalizar, voltamos ao tal modo de caminhada bem disposta com que começámos e que parece saído de uma pista de dança, Pamela Reif style.

Se se quiser aventurar nestes 15 minutos de treino, só precisa de roupa confortável e carregar no play. A seleção musical já está feita. E como é um treino muito bem disposto, não estranhamos se aquele cansaço no final se fizer acompanhar de um sorriso. É também isso que se quer na hora de treinar o corpo e a mente agradecem.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA