fit

Descobrimos uma solução natural (e barata) para se livrar de vez do acne e da caspa

O segredo está numa planta desconhecida, mas que se encontra por todo o País. E também ajuda a combater a maldita celulite.
É um bom aliado.

Se costuma passear por locais com vegetação selvagem, como matas, florestas ou bosques, certamente já se cruzou com esta planta e até reparou nela. Quando desabrocham, as flores apresentam um tom violeta brilhante e não deixam ninguém indiferente. O que provavelmente não sabia é que tem vários benefícios para a saúde.

A bardana, ou carrapicho-de-carneiro, é uma dessas espécies que se encontram facilmente no norte e centro do País e que, provavelmente, conhece mal. Para surpresa de muitos, é uma planta comestível e que cresce espontaneamente no território nacional. Esta erva considerada medicinal, cujo nome científico é Arctium lappa é muito popular na Ásia, nos países nórdicos e na América do Sul. Nas últimas décadas, os seus componentes bioativos têm atraído a atenção dos cientistas devido aos seus promissores efeitos terapêuticos em algumas patologias.

Segundo a nutricionista Lilian Barros, os estudos sugerem que na raiz estão presentes ingredientes ativos que promovem a circulação sanguínea na superfície da pele, “melhorando a qualidade e a sua textura”. E, mais importante, desempenha um papel relevante no tratamento de alguma doenças dérmicas, como o eczema, o acne, a psoríase e até a caspa.

Para quem tem problemas do aparelho digestivo, esta planta pode ser também uma aliada. “Ensaios biológicos mostraram atividade antioxidante, hipolipemiante, antimicrobiana, bem como defesa da mucosa gástrica”, diz ainda a nutricionista a respeito da bardana. O que significa que estimula a digestão, protegendo o estômago da azia e das lesões gástricas.

“Nas sementes, encontram-se alguns compostos ativos com efeitos anti- inflamatórios e potentes efeitos inibitórios sobre o crescimento de tumores como o carcinoma pancreático”, acrescenta a especialista em nutrição. E não é só. “A bardana contém, em especial, um composto chamado arctigenin, que tem ativos anti-inflamatórias potentes”, refere também Lillian Barros. Isto significa que pode servir como um potencial composto terapêutico contra a inflamação aguda e várias doenças crónicas, como a hipertensão.

Outro benefício apontado à bardana é a sua ação antidiabética, exercida através da melhoria da homeostase da glicose e da redução da resistência à insulina, “devido em grande parte aos fruto-oligossacarídeos — um prebiótico — nela presentes”. “É ainda uma fonte de substâncias benéficas, como os ácidos clorogénicos, que ajudam no controlo do colesterol e flavonoides, que têm propriedades antioxidantes”, avança a nutricionista.

Lillian Barros deixa um alerta: “os estudos publicados sobre a planta são ainda muito elementares”. E nota ainda a importância de estar consciente dos efeitos secundários que a raiz poderá ter. Entre eles destacam-se a dermatite de contacto e outras respostas alérgicas ou inflamatórias.

Como aproveitar os benefícios da bardana

Segundo a sabedoria popular o chá de bardana tem excelentes propriedades diuréticas que, além de eliminarem o excesso de líquidos também pode ajudar a combater a celulite. Isto, se for associado a uma dieta equilibrada e à prática de exercício físico regular.

Para usufruir destes benefícios pode fazer um chá com a planta. Basta colocar uma colher de sopa de bardana dentro de uma panela com 300 mililitros de água e deixar ferver por dez minutos. Depois, coa a mistura e deixa repousar por cinco minutos.

Consegue encontrar esta planta à venda em ervanário locais e no Celeiro. Nesta loja encontra a raiz por 3,99€, mas se preferir pode comprar também em folha. Uma embalagem custa 2,65€.

A salicórnia é outro tesouro que encontra na natureza que a NiT já lhe deu a conhecer. É muito versátil na cozinha e acaba por ser um bom substituo do sal. Sendo uma planta típica do Algarve é também estrela de um dos pratos mais conhecidos da região, a “Saladinha à Algarvia”. Carregue na galeria para saber como se preparam este e outros pratos com salicórnia.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA