fit

Chegou um novo chá português para quem quer perder peso

SilvRedux é uma bebida funcional desenvolvida para promover o emagrecimento e a perda de apetite.
Controla o apetite e é diurético.

Os chás são os melhores amigos de quem luta contra a retenção de líquidos. Uns ajudam a dormir melhor, outros a fazer melhor a digestão e ainda há aqueles que são ótimos aliados para quem quer perder peso. Depois, existe o SilvRedux, um chá específico que promete ajudar em todas estas funções.

O processo de desintoxicação do organismo elimina substâncias tóxicas do corpo, que são produzidas pelo próprio corpo, pela poluição, pelo consumo de corantes, conservantes, agrotóxicos e medicamentos ou pelo contacto com produtos químicos domésticos, entre outros.

A ingestão de líquidos é essencial ao processo de detox. Os chás e infusões são uma ótima opção. Purificam o organismo, eliminando toxinas, e combatem a retenção. Para que o processo seja feito de forma mais célere e eficiente, há certos ingredientes que podem ser adicionados aos chás. Isto foi o que pensou Hugo Barbosa, quando decidiu criar a sua marca e desenvolver uma nova bebida. O novo chá 100 por cento natural chegou a 3 de abril e tem propriedades diuréticas. Ou seja, previne e trata a retenção de líquidos e ajuda a controlar o apetite — fator fundamental para a perda de peso.

“Todos os nossos suplementos alimentares são pensados cuidadosamente tendo por base os princípios ativos e terapêuticos de cada planta para promover um benefício terapêutico aos nossos consumidores de forma 100 por cento natural e eficaz”, explica o fundador à NiT.

Depois de concluir o curso de medicina integrativa, começou a perceber “o poder da fitoterapia e das plantas patogénicas no nosso organismo”. A partir daí: “Comecei a investigar e a estudar e percebi que o uso das mesmas pode reduzir o recurso a fármacos convencionais”.

Recorrendo às plantas pensou em desenvolver suplementos alimentares que promovam um estilo de vida saudável. Porém, mais do que a parte estética, “estes suplementos surgem para ajudar a prevenir doenças e condições mais graves”, de acordo com Hugo Barbosa, de 30 anos.

A embalagem do chá.

Mais do que um chá, o membro da Sociedade Portuguesa de Medicina Integrativa vê este produto como um suplemento alimentar que deve ser incluído na rotina. O chá é vendido em folhas para preservar o máximo das propriedades das plantas. E a embalagem em alumínio foi pensada não só para corresponder aos parâmetros da eco sustentabilidade, como para manter e preservar os benefícios e as propriedades do chá.

Por enquanto, pode fazer as encomendas através da página do Instagram. Cada100 gramas do produto, que servem mais ou menos 20 doses, custam 12,99€. Mas, atenção, se tem alguma patologia, está grávida ou a amamentar, consulte o seu médico antes de ingerir a tisana, um dos ingredientes deste chá.

Carregue na galeria para conhecer também as sugestões da nutricionista Bárbara de Almeida de Araújo com três bebidas à base de chá da Ringana (marca austríaca pioneira no setor dos cosméticos naturais e dos suplementos alimentares).

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA