fit

Boas notícias: esta Páscoa vai poder comer doces deliciosos sem abdicar da dieta

Se está a desesperar só de pensar nos doces a que vai ter de resistir, mantenha a calma. Existem alternativas menos calóricas.
Opções super deliciosas.

A Páscoa é, regra geral, uma época complicada para quem está a tentar evitar consumir açúcar. Não é fácil resistir às amêndoas com todos os tipos de coberturas e aos ovos de chocolate em destaque nas prateleiras dos supermercados. Porém, não tem de passar esta época de olhos (e boca) fechados. A  nutricionista Leonor Costa explica que o importante é ter consciência e fazer escolhas com os seus objetivos alimentares em mente.

Relativamente ao fruto seco mais consumido nesta altura, nutricionalmente, é rico em fibra e outros nutrientes importantes, mas as versões desta época festiva são verdadeiras bombas calóricas. 

Uma amêndoa de chocolate tem entre três a cinco gramas de açúcar e um ovo de chocolate tem entre 57 e 84. E praticamente ninguém os consume com a moderação devida. O problema, segundo a nutricionista, é que “são produtos ricos em açúcar e gordura saturada que fornecem saciedade durante um curto período de tempo. Além disso, devido aos ingredientes refinados, ficamos com a sensação de que o que já comemos é insuficiente e, por isso, temos vontade de comer mais (e mais, e mais)”. 

Para que não tenha que viver no eterno dilema de optar por satisfazer a gula ou não pôr risco a dieta, Leonor Costa sugere que escolha versões caseiras, com menos açúcar e calorias. Uma das dicas é utilizar chocolate com um maior teor de cacau nas receitas e ingredientes mais ricos nutricionalmente.

Carregue na galeria para conhecer algumas alternativas saudáveis às famosas amêndoas de chocolate que os miúdos vão adorar.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA