fit

A super hortaliça da moda é crocante (e ajuda a limpar o organismo)

A endívia é pouco calórica, super versátil e cada vez mais usada.
Sabe qual é?

Se calhar já experimentou e gostou mas não sabe o que tem para lhe dar. Se calhar já a viu à venda, até teve curiosidade mas não se aventurou. E nem sabe o que está a perder. Não tem mal. Ainda vai a tempo de experimentar endívia (e tem muito a ganhar com isso).

Com tantas opções que temos hoje em dia, poderá ser difícil imaginar que ainda há poucas décadas as coisas eram bem mais difíceis. É verdade que no mundo atual há mais tentações à mão do que no tempo dos nossos pais e avós. Mas não é menos verdade que temos também mais opções saudáveis e cada vez mais soluções criativas.

Já houve um tempo em que ser vegan ou vegetariano em Portugal era estar sujeito à “salada do dia” na maior parte dos restaurantes. Hoje em dia não só há mais opções como não tem mal nenhum se continua a gostar de carne ou peixe mas não deixa de ser turista da cozinha mais vegetariana. Dizemos isto porque essa é mesmo uma das vias pelas quais a endívia se tem popularizado.

Estamos a falar de um tipo de hortaliça que encontramos cada vez mais na secção de frescos dos supermercados. É crocante, conta com um leve sabor amargo e é super versátil à mesa. E tem tudo isto acompanhada de benefícios que vale a pena ter em conta.

Ana Bravo salienta que se trata de “um vegetal do género da chicória com folhas sobrepostas e forma comprida e fina”. Uma das razões pelas quais a temos visto surgir em cada vez mais receitas é porque pode ser uma boa ajuda para quem quer controlar o peso.

100 gramas de endívia possuem apenas 19 calorias. “O seu principal constituinte é a água, seguida de fibra”, explica à NiT a nutricionista Ana Bravo. “Em termos de vitaminas destaca-se a C e de minerais, o potássio (contendo também valores interessantes de cálcio e fósforo)”. Contendo poucas calorias, “são boas aliadas em planos de emagrecimento”, acrescenta ainda.

O sistema digestivo e os rins também agradecem a sua inclusão com mais frequência na nossa alimentação. É que outra das razões pelas quais é vista como ajuda para emagrecer é que “também tem uma ação diurética”.

Outro trunfo a ter em conta é que são mesmo versáteis. “Existem vários tipos de endívias que variam na forma e cor das folhas”, com a vantagem de poder ser consumida crua ou cozinhada. Pode trabalhá-la para uma entrada diferente, pode juntá-la a uma salada ou a diferentes pratos cozinhados, com a vantagem de o tal toque ligeiramente amargo poder realçar outros sabores do mesmo prato. Para a preparar, basta cortar as extremidades e lavar.

Na próxima vez que andar pela secção de frescos do hipermercado, vale a pena um olhar mais atento. Assim que encontrar a endívia, eis o conselho da nutricionista sobre a melhor opção: “deve escolher as que apresentam folhas mais firmes sem margens ou pontos escuros”. Já em casa conservam-se perfeitamente no frigorífico, sendo que cá fora não devem ficar expostas à luz.

Há muito que temos a ganhar no mundo dos vegetais mas não estranhe se de vez em quando podem ser razão de queixa. Carregue na galeria e descubra 7 vegetais improváveis que podem ser os culpados de andar com a barriga inchada.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA