cultura

Vem aí um ciclo de homenagem ao cineasta João César Monteiro

Nos dias 21, 22, 28 de fevereiro e 1 de março são exibidos quatro filmes no Auditório Municipal do Cinema Charlot.
O cineasta faria 80 anos.

Nos próximos dias 21, 22, 28 de fevereiro e 1 de março, o Cinema Charlot recebe o ciclo “Viva João César Monteiro”. Vão ser exibidos quatro filmes de homenagem ao trabalho do cineasta português, em sessões sempre às 18 horas. “Recordações da Casa Amarela” (1989) é o primeiro filme a ser apresentado, seguindo-se “A Comédia de Deus” (1995), “As Bodas de Deus” (1999) e “Vai e Vem” (2003).

O ciclo programado pelo produtor Paulo Branco e organizado pela Medeia Filmes e a Leopardo Filmes surge no âmbito das comemorações dos 80 anos do nascimento de João César Monteiro. O bilhete normal para cada uma das sessões custa 4,50€ e 3,50€ para estudantes, titulares de cartão jovem e maiores de 65 anos.

João César Monteiro nasceu a 2 de fevereiro de 1939, na Figueira da Foz e foi considerado pela crítica um dos maiores cineastas portugueses. Fez parte do grupo dos realizadores, que lançaram o movimento Novo Cinema e tornou-se famoso como crítico de cinema, na década de 1960.

Seguiu a tradição iniciada por Manoel de Oliveira ao introduzir o conceito de antropologia visual no cinema português de ficção. Ao mesmo tempo fez um percurso original, que lhe valeu o reconhecimento internacional no Festival de Cannes e Festival de Veneza. Morreu em Lisboa a 3 de fevereiro de 2003.

Entre o mês de fevereiro e março vão ser exibidos filmes do cineasta em várias salas de cinema portuguesas, como o Teatro Municipal do Porto — Rivoli e Campo Alegre, Cinema Monumental, em Lisboa, Theatro Circo, em Braga e TAGV, em Coimbra.

tags: ciclo de cinema, cineasta português, Cinema Charlot, homenagem, João César Monteiro