cultura

Tiago Andrade Nunes apresenta segundo álbum no Fórum Luísa Todi. Lili Caneças é convidada

O novo trabalho do artista, “Quem és tu”, é apresentado dia 3 de julho. Os bilhetes podem ser comprados online e custam 10€.
É a apresentação oficial. Foto: Robnucreativestudio.

Os grandes cantores conseguem inspirar-se em viagens, histórias, paixões e desilusões, ou até em casos comuns a todos nós, para criar verdadeiras obras de arte e músicas que se tornam intemporais. Entre o convívio com outros artistas e o conhecimento de vários tipos de público, pelo nosso País e além-fronteiras, a divulgação do trabalho é incansável. E há sempre um cantinho para regressar, ou, neste caso, para começar. É mesmo isso que Tiago Andrade Nunes vai fazer. 

No próximo dia 3 de julho, no Fórum Municipal Luísa Todi, pelas 21h30, o cantor vai apresentar o mais recente álbum, “Quem és tu”. “Aqui vamos mergulhar no imaginário musical de um autor que canta em diferentes universos musicais um mundo só dele, onde se misturam momentos poéticos e vídeo, num espetáculo único com convidados especiais, desde figuras históricas da música portuguesa aos mais eruditos”, explica o cantautor.

De entre os convidados especiais, vão estar presentes António Calvário e Nuno da Câmara Pereira. Os Ensemble de Saxofone da Academia Luísa Todi vão juntar-se aos experientes do Grupo Coral Ausentes do Alentejo, sem esquecer, claro, a participação especial de Lili Caneças e do fotógrafo e declamador Carlos Vasconcellos e Sá.

O novo álbum foi lançado dia 12 de abril e conta com 13 temas, entre eles “Estrela da Noite”, “O Mundo Parou”, “Longa Vida Amor”, “Longe”, “Quem És Tu?”, “Os Cães”, “O Mundo Tem de Mudar”, “Portugal O Que É Feito de Ti”, “A Estrela”, “Vem Comigo”, “À Espera do Mar”, “Pássaro Livre” e “Adeus, Amor”. O trabalho é composto por temas escritos por Tiago Andrade Nunes e, ao contrário do que o artista nos tem habituado, as músicas não são fado.

Nasceu em Lisboa, mas veio logo morar para Setúbal. Cresceu a ouvir fados desde miúdo e conviveu com grandes nomes da música nacional. Licenciado em Gestão Hoteleira, o cantor de 35 anos assume-se como escritor, compositor e intérprete com raízes no fado e uma das suas referências é o cantautor Zeca Afonso.

Em 2015, abriu o Restaurante Taberna Saudade. “O interesse pelo fado foi despoletado pelo facto de ter nascido numa família com valores tradicionais. Os meus pais iam a casa de fados e ouvíamos muito em casa, mas também pelo convívio desde muito cedo com fadistas de renome nacional. Mais tarde, tive uma casa de fados durante cinco anos, a Taberna Saudade, em Lisboa, onde passaram grandes nomes do fado, atores da Globo e até o prémio Nobel da Paz, D. Ximenes Belo”, diz.

Foi na Taberna da Saudade que conheceu Vitorino Salomé e ficaram amigos. “Lembro-me que fazíamos grandes tardes de gaspacho e era ele que cozinhava. Mais tarde, em conversa surgiu a ideia de gravarmos uma música em conjunto”, explica. Esta foi a primeira música do artista, “A Vida Passa”, lançada em outubro de 2019, foi um dos temas da banda sonora da novela “Terra Brava” da SIC.

A New in Setúbal entrevistou, na altura, Tiago Andrade Nunes e falámos sobre esse trabalho. Pode ouvir o novo álbum, “Quem És Tu”, no YouTube, Spotify e outras plataformas digitais. Os bilhetes para o concerto do Fórum Luísa Todi já estão à venda online e custam 10€.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA