cultura

Setúbal recebe exposição que destaca a vida do famoso “Calafate”

A mostra pode ser visitada até dia 31 de agosto, na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal.
A entrada é gratuita.

A vida e obra do autor setubalense António Maria Eusébio, popularmente conhecido na cidade como “Calafate”, estão em destaque numa nova exposição bibliográfica. Durante todo o mês de agosto, na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal pode visitar a mostra “Eusébio Calafate”, organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, que pretende divulgar o popular poeta e cantor setubalense, cuja obra ajuda a retratar a evolução do burgo local.

A exposição dá a conhecer, numa vertente bibliográfica, o autor apelidado também de “Cantador de Setúbal”, através do espólio patente na Biblioteca Pública da cidade e numa biografia em vídeo.

António Maria Eusébio nasceu em Setúbal, no número 58 da Rua dos Marmelinhos — rua que hoje tem o seu nome —, na freguesia de São Julião e era filho de José Inácio e de Teresa de Jesus. Calafate de profissão, António Maria Eusébio, nascido em 1819, foi um carismático autor popular que relatou através de poemas e cantigas o desenvolvimento setubalense na transição do século XIX para o século XX.

Além da cidade, o “cantador de Setúbal” escreveu versos sobre as gentes, os hábitos, o ridículo do seu tempo, onde não faltam os retratos pessoais, sociais e políticos, cenas de erotismo e as máximas proverbiais da vida. O poeta Calafate, como é carinhosamente recordado, era um homem iletrado, embora os seus poemas sejam considerados, por muitos, como uma constante lição de sabedoria.

A exposição “Eusébio Calafate” tem entrada gratuita e está na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal até 31 de agosto, quarta-feira, aberta a visitas de segunda a sexta-feira das 9 horas às 12h30 e das 14 horas às 17h30.

A mostra dedicada ao setubalense, falecido em 1911, está integrada no ciclo “Autor do Mês”, que de forma mensal destaca personalidades locais e nacionais na área da literatura.

A exposição está patente até ao dia 31 de agosto.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA