cultura

Saturnia e Um Corpo Estranho apresentam o novo álbum num concerto em Setúbal

O espetáculo decorre no dia 14 de janeiro, sexta-feira, no Fórum Municipal Luísa Todi. Já pode comprar os bilhetes.
O álbum foi lançado em outubro. Foto: Rui David.

Os projetos musicais setubalenses Saturnia e Um Corpo Estranho juntaram-se no ano passado para criarem um single. No entanto, a parceria correu tão bem que aquela que iria ser apenas uma música transformou-se num disco colaborativo, “O Místico Orfeão Sónico”.

O álbum chegou às lojas físicas e digitais no dia 29 de outubro e é já na próxima sexta-feira, dia 14 de janeiro, que o pode ouvir ao vivo no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal. A partir das 21 horas, o trio apresenta ao público as dez canções que fazem parte do disco. 

“O Místico Orfeão Sónico de Um Corpo Estranho e Saturnia” apresenta-se como um disco cósmico de rock’n’roll, no qual as guitarras de Um Corpo Estranho se deixam contaminar pelo universo psicadélico de Saturnia. “A Velha Carruagem” e “Sete de Bastões” são dois dos singles que fazem parte do disco e que vai poder ouvir no concerto do trio.

O álbum foi produzido por Sérgio Mendes, editado pela Malafamado Records e ilustrado por Paulo Buchinho. A tripla conta ainda com a participação dos bateristas Samuel Palitos (Censurados, A Naifa, Ladrões do Tempo, GNR) e Filipe Caeiro (Awaiting the Vultures, Daniel Catarino) e da viola campaniça de Tozé Bexiga (Projecto RAIA: Planeta Campaniça). Os três artistas são setubalenses e, por isso, decidiram elaborar um disco com a mística do Rio Sado, o espírito lírico de Luísa Todi e, claro, o canto trágico das Sadinas que inspiraram Bocage. 

Pedro Franco e João Mota tocam juntos desde os 16 anos e criaram o projeto musical “Um Corpo Estranho” em 2009. Três anos depois, lançaram o primeiro EP composto por cinco temas e editado pela associação juvenil Experimentáculo. Seguiram-se depois o disco de estreia “De não ter tempo” (2014) e “Pulso” (2016). 

Os bilhetes para o espetáculo já estão à venda no Fórum Municipal Luísa Todi e online. Custam 8€ (plateia) e 5€ (balcão). 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA