cultura

Rock a triplicar: as três bandas que atuaram na reabertura do Decibel estão de regresso

Heart of Rock, Wild Dogs e a Banda de Interpretações Genéricas são os convidados especiais para o fim de semana da Páscoa.
Os Wild Dogs.

Ninguém pode dizer que o rock está morto. Entre os novos estilos musicais que apareceram, ou ficaram mais famosos ao longo das décadas, há sempre um lugar especial guardado para o rock — e o público delira quando entra a batida, principalmente de temas icónicos.

Prova do sucesso imortal deste género são as bandas que continuam a cantar e tocar canções de sucesso. O Decibel Live Music Bar sabe disso e preparou, para este fim de semana prolongado da Páscoa, o “regresso de três estreias”, que receberam no espaço na altura da reabertura, em outubro de 2023.

Na quinta-feira, 28 de março, vão atuar os Heart of Rock, ao passo que na sexta-feira, 29, é a vez de subirem a palco os Wild Dogs. Para a despedida, no sábado, dia 30, espera-se uma noite inesquecível com a Banda de Interpretações Genéricas (BIG).

“Os Heart Of Rock Band vieram ao nosso segundo fim de semana de reabertura e que show nos proporcionaram. Até o guitarrista foi tocar para a nossa varanda. A festa está garantida a cargo de Cesar Silva, Sérgio Esteves, Paulo Martins e Sérgio Themudo”, explica a organização. Além disso, “uma das melhores bandas de blues rock, que anda pelo País fora a tocar, está de regresso a casa. São três monstros na guitarra, no baixo, na bateria, nas vozes, na presença e no amor à música. São eles o Sr. Tiago Maia, o Sr. Ricardo Galrão e Sr. JP Teixeira”.

E acrescenta: “A Banda Interpretações Genéricas (BIG) foi outra estreia que nos deixou de água na boca e a Ana Luísa Alves é uma das cantoras mais queridas que conhecemos. Canta o fado como ninguém, mas o rock vive dentro dela como um bichinho prestes a eclodir”. Todos os concertos começam às 23 horas, mas as portas do bar abrem às 21.

O Decibel Live Music Bar foi inaugurado em 2017 e fechou há três anos, devido à pandemia de Covid-19. Miguel Gonçalves, 45 anos, é o proprietário e faz questão de dizer que teve ao seu lado o apoio fundamental da mulher, Lurdes Gonçalves.

O empreendedor encontrou um novo local para reconstruir o trabalho que, em tempos, o tinha feito muito feliz. O famoso espaço da noite setubalense venceu o prémio de melhor café e bar, nos Prémios NiS 2023. Leia o artigo completo para saber mais detalhes sobre a distinção atribuída pelos nossos leitores.

Carregue na galeria para conhecer o espaço. 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Guilherme Gomes Fernandes, 58
    2900-395 Setúbal
  • HORÁRIO
  • Sexta-feira e sábado, das 21h às 3h

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA