cultura

“Poesia Sem Vergonha” junta música, humor e clássicos infantis em Setúbal

A sessão, com o poeta Paulo Condessa e o guitarrista Afonso Azevedo é a 20 de novembro, na Casa do Largo.
A entrada é livre.

Vem aí uma noite muito especial de “Poesia Sem Vergonha”, na Casa do Largo — Pousada da Juventude. A sessão, com a participação do poeta Paulo Condessa e do guitarrista Afonso Azevedo é no dia 20 de novembro, quarta-feira, às 21 horas. A entrada é livre. 

A atividade encerra o ciclo de um ano de existência do programa “Poesia Sem Vergonha”, promovido pela Câmara Municipal de Setúbal, através da Divisão da Juventude, no âmbito da rubrica Quarta do Meio, com eventos culturais centrados em diferentes expressões artísticas.

Paulo Condessa já foi criativo em empresas de marketing e publicidade, mas atualmente além de escritor e performer trabalha como mediador de leitura. Na poesia, o autor é conhecido por desconstruir os versos, seguindo o conceito de stand up poetry.

Licenciado em Ciências da Comunicação, Paulo Condessa atua pelos palcos nacionais ao lado do guitarrista Afonso Azevedo. Nas suas performances, os artistas transformam os clássicos infantis em versões humorísticas, como é o caso dos contos de “Os Três Porquinhos”, em fado-rock e “Capuchinho Vermelho”, em blues.

Ao longo do ano, as sessões de “Poesia Sem Vergonha” cruzaram o humor, a música e a poesia, com as participações dos spoken words Raquel Lima, Alexandre Gigas, Apolo de Carvalho, Luciana Carmo, Wagner Merije, Isma XG, Afonso da Mara, Cláudia Tomé Silva, João Meirinhos, Mick Mengucci e Vanessa Oliveira. 

tags: "Poesia Sem Vergonha", Afonso Azevedo, Casa do Largo – Pousada da Juventude, humor, Paulo Condessa, setúbal, spoken word