cultura

“Perfeitos Desconhecidos”: a peça de teatro que promete fazê-lo rir em Setúbal

O espetáculo está marcado para este sábado, 15 de janeiro, no Fórum Luísa Todi. Já pode comprar os bilhetes.
Os bilhetes já estão à venda.

Depois de tantas restrições e o adiamento de muitos eventos culturais, está na altura de voltar a apoiar a cultura portuguesa e de matar as saudades de ir ao teatro. É sempre um ótimo programa para fazer em família e a NiS tem a sugestão perfeita para si.

“Perfeitos Desconhecidos” é uma comédia sobre a fragilidade da amizade e o poder dos telemóveis. Vai ser apresentada no dia 15 de janeiro, sábado, às 21 horas, no Fórum Municipal Luísa Todi. Ana Guiomar, Filipe Vargas e Jorge Mourato. Cláudia Semedo, Martinho Silva, Samuel Alves e Rita Brütt são outros dos nomes que fazem parte do elenco. 

A peça foi escrita pelo italiano Paolo Genovese e encenada e adaptada por Pedro Penim, a convite da companhia teatral Força de Produção. A história centra-se num jantar de amigos de longa data que vão descobrir que, afinal, não se conhecem assim tão bem. Segredos vão ser revelados e amizades vão ser destruídas, tudo por causa de um jogo proposto pela anfitriã.

Cada um deixa o telemóvel em cima da mesa e cada mensagem ou chamada que chega é lida e ouvida por todos. A partir daí, começam a acontecer várias peripécias, cada uma mais chocante que a outra. No final da noite, nada será como dantes e descobrem que são, afinal, “perfeitos desconhecidos”.

Apesar de ser uma comédia e ter momentos hilariantes, a peça também tem uma componente dramática que pretende levar os espectadores a refletirem sobre a dependência que temos com os telemóveis, quase como se fizessem parte do nosso corpo.

Com vídeo de Joana Linda e sonoplastia de Sandro Esperança, a peça de teatro tem cenário de Joana Sousa, figurinos de Joana Barrios, desenho de luz de Luís Duarte e assistência de produção de Bernardo Lacerda. Os bilhetes já estão disponíveis no Fórum Municipal Luísa Todi e online. Custam 19€ para a plateia e 17€ para o balcão.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA