cultura

A nova peça do Teatro Estúdio Fontenova fala sobre a ameaça do terrorismo

"A Paz Perpétua" é apresentada na Gráfica – Centro de Criação Artística.
Já pode comprar o bilhete.

As medidas de segurança e o início do terrorismo são o ponto de partida da nova produção do Teatro Estúdio Fontenova. A adaptação da peça “A Paz Perpétua”, do dramaturgo espanhol Mayorga, é apresentada nos dias 13, 14, 15 e 16 de janeiro, às 21 horas; e a 17, às 16 horas, na Gráfica – Centro de Criação Artística.

A peça propõe uma reflexão a partir de uma metáfora à ameaça terrorista global através de uma piada, onde três cães lutam para pertencer a um grupo de elite antiterrorista. Além de falar de temas ligados ao terrorismo, violência e aos direitos humanos, a fábula da companhia de teatro setubalense questiona como o poder é exercido pelo Estado.

“A Paz Perpétua”, com tradução de Luísa Monteiro, cenografia de José Castanheira, figurinos de Lucília Telmo e sonoplastia de Emídio Buchinho, conta com as participações de Eduardo Dias, Carlos Pereira, Graça Ochoa, Patrícia Paixão e Sara Túbio Costa.

Os bilhetes custam 8€ para o público em geral e 5€ para desempregados, estudantes, menores de 25 anos de idade, maiores de 65 e profissionais do espetáculo. Pode comprar os ingressos na bilheteira do Fórum Luísa Todi.

Para saber mais informações sobre o evento, deve ligar para o número de telefone 265 236 168 ou enviar um email para teatroestudiofontenova@nullgmail.com.

O Teatro Estúdio Fontenova, na Rua Dr. Sousa Gomes, foi fundado em setembro de 1985. Já conta com 57 criações teatrais, participação em várias edições da Festa do Teatro de Setúbal e organização de debates, música, projeções de cinema e exposições. Em 2004 recebeu a medalha de honra de mérito cultural da cidade de Setúbal.

 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA